Como administrar meus imóveis?

Você já se questionou: como administrar meus imóveis de forma eficiente? Bom, você e vários outros proprietários de imóveis têm a mesma dúvida.

Isso porque, o setor imobiliário envolve diversos processos, que vão desde o anúncio dos imóveis até a geração de relatórios contábeis.

Por essa razão, fazer a gestão de imóveis é um trabalho complicado, que exige muita seriedade e profissionalismo, uma vez que há muita burocracia envolvida.

Diante dessa realidade, é natural que a dúvida surja: mas como administrar meus imóveis da melhor maneira possível?

Então, visando ajudar você, abaixo estão algumas etapas que irão permitir que você faça uma excelente gestão das suas propriedades. Confira!

Crie bons anúncios e faça a divulgação deles corretamente

Os anúncios são muito importantes no ramo imobiliário, pois eles são capazes de gerar interesse na locação do imóvel.

Essa estratégia se torna ainda mais fundamental em razão do grande alcance que é possível ter com anúncios pela internet.

Diante disso, é interessante que você tenha um foco principal na criação dos seus anúncios, que precisam apresentar as qualidades do imóvel de maneira clara.

Então, isso inclui fazer a divulgação corretamente deles, o que envolve disponibilizar o seu anúncio nos principais portais imobiliários, pois só assim é possível realmente ter um excelente alcance e ampliar as chances de fechar bons negócios.

Dê atenção aos contratos de locação

Quando o questionamento surge sobre “como administrar meus imóveis?”, é importante começar falando dos contratos de locação, que merecem uma atenção muito especial.

Afinal de contas, este documento envolve uma série de práticas e informações que são cruciais para garantir que sejam cumpridas as obrigações legais.

Dessa maneira, os contratos de locação devem passar por um monitoramento constante, assim é possível atingir a expectativa dos inquilinos e até mesmo evitar questões financeiras, penalizações e multas.

Por conta disso, é fundamental que você mantenha toda a documentação atualizada. A partir daí, é possível apresentar o contrato sempre que for necessário, como nos casos de reajuste anual do aluguel, por exemplo.

Organize a sua carteira de clientes

Criar uma carteira de clientes é uma das principais recomendações na administração de imóveis, já que assim você consegue ter ciência de quem é o seu público, bem como as necessidades de cada um deles.

Como resultado, você consegue ter um melhor atendimento, se atentando aos compromissos e até mesmo potencializando as chances de fechar futuros negócios ou até mesmo manter os que já possui.

Desse modo, para começar, você precisa manter atualizado os dados dos seus inquilinos continuamente, com informações cadastrais e formas de contato.

Se preferir, separe os seus clientes por categoria, como:

  • Clientes ativos;
  • Clientes inativos;
  • Potenciais clientes.

Mantenha a documentação atualizada e agrupada

Como você deve saber, a administração de imóveis envolve muitos documentos, logo é importante que você seja capaz de manter toda a documentação agrupada e atualizada.

Para tal objetivo, você precisa ter fácil acesso aos documentos da sua relação com o locatário, documentos do fiador e seguro-fiança, por exemplo.

Por sua vez, quando se fala no imóvel, é o seu papel garantir que os documentos estejam regulares.

Portanto, veja se existem débitos municipais, se a matrícula da propriedade está correta, bem como os demais dados.

Ao fazer isso, se em algum momento você precisar apresentar as informações, a tarefa vai se tornar muito simples, pois você sabe com exatidão onde encontrar.

Tenha noção dos prazos dos contratos

Se você tem dúvida sobre “como administrar meus imóveis de modo eficiente?” é crucial pensar em um detalhe muito importante: os prazos dos contratos.

Após serem firmados segundo a legislação, é preciso que você saiba quais os prazos ligados a extinção ou renovação destes documentos. Assim como é importante também estar atento a quitação de impostos devidos.

A dica é priorizar aqueles contratos que estão mais pertos de chegar ao fim, pois eles merecem bem mais atenção.

Para conseguir tal feito, é necessário que você tenha um bom planejamento e organização, evitando que os contratos sejam perdidos ou se encontrem irregulares.

Caso você tenha o hábito de fechar contratos de locação curtos, por exemplo, a atenção constante se faz ainda mais importante, já que há um compromisso frequente entre locador e inquilino.

Como administrar meus imóveis? Observe e planeje a organização financeira

É impossível administrar seus imóveis de modo eficaz sem ter um planejamento financeiro estratégico e adequado.

O motivo é simples: a organização financeira é primordial para a saúde e sobrevivência do seu negócio. Muitas empresas vão a falência por não se preocuparem com esse detalhe.

Como o setor de imóveis sofre grande impacto por conta da economia, com mudanças de preços e na procura do inquilino. É necessário um verdadeiro empenho em prol das finanças.

Dentro dessa realidade, há dois pontos cruciais a se considerar, são eles:

  • Controle da inadimplência – pode causar uma verdadeira dor de cabeça nos recursos que entra, causando um grande desequilíbrio no caixa;
  • Controle de contas a serem pagas – é trabalhoso, mas faz com que se tenha uma visão real do caixa, possibilitando um diagnóstico eficiente das finanças.

Monitore os resultados

Monitorar os resultados é um dos processos muito importante quando se fala em administrar imóveis.

Portanto, é fundamental ter relatórios contábeis completos para acompanhar de modo constante a evolução da empresa e até mesmo ir em busca de soluções para otimizar processos.

Afinal, as métricas assumem papel importante na tomada de decisão e norteiam as estratégias que você deve adotar para melhor gestão dos seus imóveis.

Como administrar meus imóveis usando a tecnologia?

Que tal fazer uso da tecnologia como uma forma de melhorar a administração dos seus imóveis?

A boa notícia é que existem softwares de gestão de aluguéis que automatizam todos os processos acima.

A Accordous, por exemplo, tem ferramentas muitos úteis que permitem a você ter todo o controle da locação, com:

  • Criação de anúncios que são integrados em grandes portais imobiliários;
  • Geração de contratos automáticos;
  • Vistoria de entrada e saída;
  • Carteira de clientes atualizada;
  • Serviços de armazenamento em nuvem que garantem acesso aos dados do imóvel e do inquilino rapidamente;
  • Geração de boletos automáticos e em massa;
  • Baixa automática no pagamento;
  • Controle total dos recebimentos;
  • Relatórios contábeis completos.

Portanto, automatize os processos, com um bom software de gestão de aluguéis, e veja os seus resultados se multiplicarem em pouco tempo.

Deixe seu comentário