Vistoria de imóveis para locação: saiba o que você deve levar em conta

Na vistoria de imóveis para locação importante verificar o estado de conservação e funcionamento de todos os itens da propriedade

O processo de locação de imóvel costuma incluir diversas etapas, que são essenciais para resguardar tanto o inquilino quanto o dono do espaço que será alugado. Além da criação de um contrato justo para todas as partes, checagem de documentos e negociações variadas, essenciais para evitar dor de cabeça, existe a vistoria do imóvel, uma etapa que nem sempre recebe a importância devida, especialmente para os locadores de primeira viagem.

A vistoria de imóveis para locação é um passo importante que garante que o local está em condições de receber os novos moradores, ao mesmo tempo que também fica como relatório para comparação quando ele for devolvido. Na comparação final, é possível fazer uma lista de diferenças, e garante que o proprietário será ressarcido de qualquer dano.

Essa visita técnica precisa ser bastante detalhada. A propriedade é fotografada e analisada. Alguns também fazem vídeos da condição do imóvel. O documento que é emitido é um laudo de vistoria, que contém todos os itens da análise. A vistoria é essencial para que o inquilino possa receber o imóvel em condições de uso.

É importante determinar se é preciso fazer qualquer tipo de reparo antes da entrada dos inquilinos. Assim, o proprietário fica responsável por danos que já estão presentes, e os inquilinos se responsabilizam por qualquer ocorrido após o imóvel estar sob sua tutela. Vistoria de imóveis para locação

Atenção aos pontos da vistoria

O laudo de vistoria deve ser extenso para dar conta de todos os tipos de itens. As instalações elétricas precisam ser verificadas, como o funcionamento do quadro de energia, seus disjuntores, além do funcionamento de tomadas, lâmpadas e lustres. Deve-se haver também uma contagem de números de tomadas e interruptores em cada um dos cômodos. Portões eletrônicos, campainhas e interfones também precisam ser analisados.

O abastecimento de gás também precisa ser verificado, e é de extrema importância, bem como as instalações hidráulicas. Não pode deixar de conferir o funcionamento da caixa d’água, caso haja, e o escoamento da água nos cômodos molhados. É fundamental verificar se há qualquer tipo de infiltração, vazamento ou entupimento. A pessoa responsável também averigua o funcionamento de descargas, torneiras e chuveiros.

As paredes, o teto, o telhado e o piso também devem ser verificados. Observa-se se há qualquer tipo de rachadura, dano ou mofo. O estado de conservação da pintura em todos os ambientes deve ser notado. O material da construção também precisa constar na lista. As portas e janelas também requerem uma verificação minuciosa, tanto em seu estado de conservação, quanto em seu funcionamento. Vistoria de imóveis para locação

Caso o imóvel seja locado mobiliado, a mobília também entra no laudo de vistoria. É preciso verificar o estado e o funcionamento de todos os itens presentes. Os eletrodomésticos precisam ser testados, e os itens de decoração, inventariados, para que não haja problemas futuros. Uma vistoria bem feita deixa todos os envolvidos mais seguros e confiantes no negócio.

Deixe seu comentário