Saiba como o corretor de imóveis PJ contribui para o INSS

Pensar na melhor forma de planejar o seu futuro nem sempre é uma das tarefas mais simples. Ainda mais, quando falamos sobre questões como o INSS, que funciona de forma diferente de acordo com cada modelo de trabalho. corretor de imóveis

Muitos corretores de imóveis acreditam que, por trabalharem através de um CNPJ, não têm direito a nenhum tipo de aposentadoria. No entanto, isso não é verdade.

Para explicar um pouco melhor sobre como esse processo funciona, acompanhe o conteúdo a seguir e saiba como o corretor de imóveis PJ contribui para o INSS:

Formas de contribuição para o INSS

O recolhimento para o INSS pode ser feito tanto através de uma contratação CLT bem como através da abertura de um CNPJ. O que vai mudar, é como o pagamento é feito e as alíquotas.

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é um imposto cobrado aos trabalhadores e tem como objetivo servir para a formação de um patrimônio da Previdência Social. Sendo assim, ele é vinculado também ao Ministério do Trabalho.

Dessa forma, ele é responsável pelo pagamento tanto da aposentadoria dos contribuintes, bem como de pensões, salário-maternidade, auxílio-acidente, auxílio-reclusão e auxílio-doença, quando necessário.

INSS para corretor de imóveis PJ com regime tributário no Simples Nacional

Se você é um corretor com o CNPJ enquadrado no regime tributário do Simples Nacional, saiba que ele é recolhido pelo INSS Patronal. Em outras palavras, ele é cobrado automaticamente quando você realiza a emissão das suas DAS (Documentação de Arrecadação do Simples Nacional) mensalmente.

Dessa forma, o valor já é calculado pelo próprio sistema e você não precisa se preocupar com nenhum tipo de cálculo. A única exceção é, no entanto, para as empresas que fazem parte do Anexo IV, elas recolhem ele pelo regime normal.

Sendo assim, é preciso aplicar o valor de 20% no INSS Patronal na folha de pagamento dos serviços. Neste Anexo IV, encontram-se as atividades de limpeza, vigilância, advocatícios e conservação.

Contribuição do INSS para PJ de corretor de imóveis do Lucro Real e Lucro Presumido

Agora, se você quer saber como o corretor de imóveis PJ contribui para o INSS nos regimes do Lucro Real e do Lucro Presumido, entenda que o processo é diferente. Nestes casos, por envolver cálculos maiores, o auxílio de um contador é interessante.

Simplificando, o recolhimento da Previdência é de 11% como empregado e também, 20% como parte do Patronal. Assim, as empresas de Sociedade Limitada Unipessoal e os Empresários Individuais precisam multiplicar o valor da alíquota pelo seu pró-labore.

É melhor contribuir para o INSS como PJ ou como Pessoa Física?

O corretor de imóveis que opta pela abertura do CNPJ conta com algumas vantagens como, por exemplo, uma imagem mais profissional com os seus clientes. Mas, quando falamos sobre a contribuição para a Previdência, ele ainda conta com uma economia nos pagamentos.

Como pessoa física, o corretor de imóveis vai pagar uma alíquota de 20% sobre a sua remuneração mensal. Já como PJ, ela é bem menor, mas varia de acordo com cada regime tributário. Além disso, o corretor que contribui como PJ continua tendo direito a benefícios como:

  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria especial;
  • Auxílio-acidente;
  • Auxílio-doença;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Benefício assistencial;
  • Salário-maternidade;
  • Pensão por morte;

Para ter direito aos tópicos descritos acima, é necessário manter os pagamentos em dia e também, estar dentro das exigências especificadas de cada um deles.

Por fim, lembre-se de que, enquanto no CLT o empregador que desconta o INSS do seu salário para repassar ao órgão, no PJ o responsável por esse cálculo do valor e efetuar o pagamento é inteiramente da sua própria empresa.

O que acontece caso a contribuição com a Previdência não seja feita?

Caso o corretor de imóveis, de alguma forma, não realize a contribuição com o INSS em dia, alguns problemas entre outras complicações podem acontecer com o CNPJ da sua empresa.

Ou seja, ele fica vulnerável ao recebimento de multas e juros por atraso, problemas ao solicitar benefícios como a aposentadoria, bloqueio, suspensão ou encerramento do CNPJ entre outras consequências.

Portanto, é essencial que o pagamento seja realizado de forma correta e sempre em dia. Assim, você evita ter que lidar com uma série de problemas que podem demorar mais do que você imagina para serem resolvidos.

Conte com o suporte de uma boa contabilidade

É claro que, para a empresa de cada corretor, existem detalhes que apenas um contador saberá dar a orientação correta. Por isso, contar com um serviço especializado é essencial para evitar o pagamento de contribuições erradas, bem como a falta dele.

Na AccountTech, um dos diferenciais é a possibilidade de contar com um suporte humano, que vai tirar todas as suas dúvidas sobre qualquer assunto. Além disso, os clientes contam com várias vantagens exclusivas do Clube de Benefícios.

Para saber mais sobre os serviços e como contratar, acesse: https://www.accounttech.com.br/mercado-imobiliario

Deixe seu comentário