Excesso de placas pode dificultar venda de imóveis

Excesso de placas de alugar ou vender na frente de uma residência pode atrapalhar, e muito.

Ao caminhar por qualquer grande cidade do Brasil, é comum se deparar com casas e apartamentos com diversas placas de imobiliárias diferentes anunciando a venda do imóvel. Entretanto, será que esta é a melhor estratégia?

De acordo com o Secovi-SP (Sindicato da Habitação), o excesso de placas de alugar ou vender na frente de uma residência pode atrapalhar, e muito, o fechamento da negociação pretendida. Isso porque a atitude acaba passando a impressão de que a casa ou o apartamento está com algum problema ou encalhado, dificultando o sucesso da transação e desvalorizando a propriedade.

Além disso, segundo alerta o presidente do Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), José Augusto Viana Neto, ter vários intermediários pode acabar prejudicando a segurança do imóvel, já que ele estará exposto em várias empresas e o proprietário não terá muito controle de quem o frequenta.

Exclusividade

Por outro lado, a exclusividade é apontada como uma potencializadora das vendas, sendo positiva para todas as partes envolvidas na negociação, dizem as entidades.

“O corretor se dedicará com mais afinco, o vendedor terá maior segurança e o possível comprador, a garantia de que o valor do imóvel não sofrerá alterações”, diz Viana.

“Em mercados mais evoluídos, o proprietário exige a exclusividade e o cliente comprador nem procura imóveis que não são exclusivos. E nem estamos falando só de Estados Unidos, mas de Canadá e, mais próximo de nós, a Argentina”, informa o diretor geral da Rede Secovi de Imóveis, Fernando Gambi.

Entretanto, diz Gambi, para que a exclusividade seja bem-sucedida, o cliente deve sempre checar o que foi combinado e cobrar seu efetivo cumprimento. Por fim, ressalta o presidente do Creci-SP, a avaliação do imóvel deve ser justa, sendo que o corretor ou a imobiliária não deve aceitar um preço muito alto para ficar com a exclusividade da venda, para não prejudicar a liquidez do imóvel.

Seja parceiro da  Lennar, segunda maior construtora residencial nos Estados Unidos esta trazendo uma grande oportunidade para o corretores de imóveis do Brasil venderem imóveis nos EUA.

Deixe seu comentário

1 COMENTÁRIO

  1. Prezados Corretores(as)

    Gostaria de deixar aqui nossa contribuição e um pouco da realidade do Mercado Imobiliário do Rio de Janeiro.
    É inegável que o excesso de placas é um fator negativo na venda de um imóvel. Evidencia uma grande exposição do imóvel e uma grande necessidade do Proprietário divulgar e vender seu imóvel. E muitos proprietários ainda compram essa ideia de que quanto mais empresas trabalhando para a venda do imóvel mais rápido ele será negociado. Enganam-se porque mesmo com essa prática muitos imóveis continuam a venda por meses e até anos mesmo havendo três, quatro ou seis placas de vendo.

    “Mesmo com tantas placas esse imóvel não vende por quê?”

    Muitos clientes nos fazem essa pergunta com relação a esses imóveis com várias placas aqui no Rio de Janeiro.
    O imóvel não vende porque os clientes suspeitam ou percebem que aquele imóvel tem algum problema como muitas obras a serem feitas no imóvel, preço fora de mercado ou documentação com pendências ou entraves para alienação.

    Reforçamos que:
    “Quando o imóvel está maduro para a venda não precisa nem de placa. Basta que o Corretor conheça o seu produto e o perfil do seu cliente e cabe ao Corretor realizar esse casamento.”

    A grande disputa por espaços para expor a placa da Imobiliária fica acirrada quando tratam-se de imóveis com posição de frente e em ruas de grande circulação. Mais do que vender aquele imóvel que ostenta a placa a Imobiliária quer com isso expor sua Marca e captar clientes para aquele imóvel em questão e/ou outros disponíveis na região. Por isso a oportunidade de colocar uma placa não é desperdiçada e algumas empresas dão premiação para Corretores com captação de imóveis passíveis de placa. Acreditem! Para muitos. É mais importante colocar placa do que vender aquele imóvel que vai receber a placa. Porque tal imóvel é tão ruim que só presta para pendurar a placa e captar mais clientes na região. Atualmente na esquina da Rua Visconde de Pirajá com Rua Jangadeiros, Ipanema, Rio de Janeiro (Praça Gen. Osório) existe um imóvel que já conta com 6 (seis) placas de imobiliárias diferentes a mais de 6 meses. Esse imóvel é frente de rua e voltado para a estação do Metrô General Osório.(ÁREA NOBRE DO RIO DE JANEIRO) E ainda não vendeu.

    Consideramos que expor sua placa em um imóvel onde já temos várias não é uma boa estratégia de Marketing. Entendo que colocar a sua marca junto daquelas outras é se colocar junto aos “desesperados” e não valoriza o trabalho da Corretagem. Não se tem um trabalho exclusivo e acaba se formando um leilão pelo menor preço e o trabalho não é valorizado e remunerado como deve ser. Porque para fechar o negócio as Empresas baixam suas comissões e consequentemente a remuneração dos Corretores.
    Por ora ressaltamos que não costumamos trabalhar com placas, mas elas nos ajudam a saber onde há um imóvel a venda. Identificada uma placa nossa equipe atua fazendo o contato com o Proprietário, apresenta o imóvel com o perfil do Cliente e VENDEMOS.

    SENHOR OBRIGADO PELAS PLACAS DE CADA DIA!!!

    Nós da JABER ALLI IMÓVEIS agradecemos o espaço.
    Somos especializados no atendimento aos Clientes da Grande Tijuca e Zona Sul no Rio de Janeiro.

    Boas vendas!
    Sucesso a todos!

    Atenciosamente.

    André Luiz Mantuano
    Corretor de Imóveis/Creci 044835
    JABER ALLI IMÓVEIS
    Rua Barão de Mesquita, nº 206 lj.101 – Tijuca, Rio de Janeiro/RJ CEP.20540-003
    Tel. (21) 3178-0838 / Cel.(21) 6719-8117 / (21) 8693-6448
    [email protected] / http://www.jaberalliimoveis.com.br

Deixe uma resposta