Atuação dos Corretores de Imóveis será ainda mais importante na era digital

Assim como em todas as profissões, as diversas ferramentas digitais disponíveis, como os aplicativos, podcast, mídias sociais – somadas às ferramentas de comunicação, transformaram as relações de trabalho e a prestação de serviços. Com a intermediação imobiliária os corretores de imóveis ganham uma importância ainda maior ao se tornarem facilitadores de todo o processo de compra e venda de um imóvel.

Se antes da popularização da internet os imóveis eram divulgados principalmente pelos anúncios classificados dos jornais, hoje os portais imobiliários e sites das imobiliárias têm este importante papel. Entretanto, apenas isso não é suficiente para o sucesso do negócio. É fundamental utilizar outras ferramentas, como hotsites para os lançamentos, vídeos promocionais, webmail, as ferramentas de marketing digital, todas as mídias sociais e virais.

Com tanta tecnologia, engana-se quem acredita que a atuação deste profissional pode ser substituída pela máquina. Não há como substituir a sensibilidade humana por um robô, por mais avançado que seja. Por isso, as duas coisas têm de caminhar juntas. Nada substitui a visita ao imóvel, o conhecimento da região onde está localizado, do perfil do comprador e do vendedor, checar toda a documentação (do imóvel e do vendedor), entre tantas outras variáveis que cada negócio tem. Avaliar corretamente é a melhor estratégia para fechar um bom negócio.

O mercado imobiliário é essencialmente presencial. A tecnologia é utilizada para facilitar o processo de compra e venda. Há uma série de detalhes técnicos que só esse profissional consegue resolver, como, por exemplo, questões jurídicas e documentações que envolvem a negociação e que não podem ser solucionadas por aplicativos.

As soluções tecnológicas estão se tornando mais acessíveis e utilizadas, sobretudo em regiões metropolitanas. Mas o Brasil vai além das grandes cidades. No interior o contato humano é mais valorizado e a tecnologia ainda não se faz presente de maneira ostensiva.

O Sistema COFECI-Creci está ampliando seus esforços, não somente para conscientizar o corretor sobre os avanços tecnológicos, como também para aperfeiçoar seus conhecimentos e ampliar a utilização das ferramentas disponíveis. Estamos trabalhando para criar soluções digitais que promovam a parceria e integração entre os corretores de imóveis, inclusive na integração de anúncios que façam conexão com um portal internacional. Em 2006, iniciamos um processo de inserção em tecnologia dos corretores de imóveis. Na época, tínhamos apenas 14% deles usando e-mails. Atualmente, 100% se conectam e trabalham seus anúncios pela internet. Esse foi o resultado de uma campanha ampla, com palestras, encontros e cursos em todo Brasil.

Por João Teodoro, presidente do Cofeci e mediador do Mediador do painel “Aplicativos e soluções digitais para o mercado imobiliário”, do palco Digital Real Estate Brazi,l durante o Expo Fórum Digitalks

Nascido na cidade de Sertanóplis, no Estado do Paraná, João Teodoro da Silva iniciou a carreira de corretor de imóveis em 1972. Ele é empresário no mercado da construção civil em Curitiba (PR). Graduado em Direito e Ciências Matemáticas, foi professor de Matemática, Física e Desenho na PUC/PR. É técnico em Edificações e em Processamento de Dados e possui diversos cursos de extensão universitária pela Fundação Getúlio Vargas. Foi presidente do Creci-PR por três mandatos consecutivos, presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Paraná de 1984 a 1986 e diretor da Federação do Comércio do Paraná. No Cofeci, atua desde 1991, quando passou a exercer o cargo de conselheiro federal, e é presidente desde 2000. Mercado Imobiliário

Deixe seu comentário