O que o corretor de imóveis não aprende nos cursos de TTI

Uma das resoluções do COFECI diz que é obrigatório que todo corretor de imóveis possua registro no CRECI de seu estado. Para que isso aconteça, é necessário que o futuro corretor faça um curso técnico – assim, estará garantido que será um profissional “qualificado”, de acordo com as normas das instituições.

Mas o que se aprende em um curso de TTI? O que torna o corretor de imóveis, de fato, um corretor de sucesso?

Na maioria dos cursos de TTI são os maiores fiascos, estão pensando apenas em lucros e quantidades de alunos, geralmente são sem estruturas físicas e técnicas, não existe aula de campo, e muitas vezes os professores não entendem nada do ramo imobiliário, tem alunos que sabem bem mais do que o próprio professor. Se num curso de TTI presencial já é como estou falando imagine um curso on-line de TTI. Você conhece algum colega que foi reprovado no curso de TTI e teve que refazer novamente o curso ? Eu nunca vi.

O tempo passa, novos empreendimento são lançados com novas tecnologias, novas leis entra em vigor quase semanalmente e a única coisa que não muda são as apostilas, as disciplinas e as formas de ensino dos cursos de TTI. O próprio titulo do curso TTI (Técnico em Transações Imobiliárias) é ultrapassado, para um corretor se tornar de fato um profissional especializado ele não precisa apenas de técnicas imobiliárias, falta disciplinas de emoção, relacionamento, cases de sucesso, superação, determinação, desafios, psicologia e nos dias atuais auto controle. Bom este é meu ponto de vista, entretanto não querendo generalizar os CURSOS DE TTI, caso o seu curso foi satisfatório para a sua realidade profissional como corretor e gerou lucros, parabéns. E enquanto a ética tão falada no meio profissional ? na minha opinião ética não se aprende em um curso que geralmente dura seis meses, ou você tem que foi repassada pelos seus genitores ou você não tem, mais ainda assim pode-se adquirir com muitos estudos.

Em seguida vem o estágio nossa! Prefiro comentar em outro artigo sobre como na maioria funciona os estágios para corretores.

A maioria acha que é só: “vai lá e tira o CRECI”, mas não é bem assim!

A corretagem de imóveis é uma das profissões mais promissoras que eu conheço, onde o céu é o limite para ganhos financeiros e capaz de promover extrema qualidade de vida! Só tem um porém: Começar errado leva ao total fracasso! Não basta estudar disciplinas, é preciso ser bem direcionado no início da sua jornada.

Diferente do que muitos acham, a profissão exige qualificação profissional com disciplinas focadas na área constantemente  e, além das disciplinas, existe um conhecimento empírico do dia-a-dia, que costumo nominar de “conhecimento de trincheira”, que poucos têm e não gostam de transmitir.

Mais nada adianta as criticas sem soluções. E na minha opinião o CRECI deveria estar mais presentes nos cursos de TTI, com pesquisas de satisfação, buscando saber qual o grau de conhecimento dos professores, elaborar provas de conhecimentos durante o curso e principalmente para a retirada do registro (numero do CRECI) assim como é feito na OAB e outras classes profissionais.

Mais enquanto a maioria dos curso de TTI não chegar nesta realidade eu aconselho que busque conhecimento nos parceiros de confiança “ aqueles que não lhe veja como um concorrente”, pesquise, estude diariamente, participe de palestras e seminários, curso extras,  planeje seu dia de trabalho, escolha sua melhor roupa e coloque tudo em pratica.

Se você quer deixar suas criticas e sugestões ou pretender contratar o CORRETOR E PALESTRANTE PAULO OLIVEIRA para a sua empresa e cidade é só entrar em contato através do email:paulocorretorjua@hotmail.com ou pelo telefone/whatsapp (88)9 9992 7132.

E se você quer participar do GRUPO DE WHATSAPP “CORRETORES MOTIVACIONAIS” é só solicitar través do whatsapp acima.

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário!