4 Dicas para evitar golpes de falsos corretores de imóveis

Vai negociar a compra, venda ou locação de um imóvel? Então, você precisa ter um corretor de imóveis de confiança. Para isso, compartilho com você 4 importantes dicas para evitar golpes de falsos corretores de imóveis nesse processo. Confira a seguir.

Como identificar falsos corretores de imóveis? E como evitar ser enganado ou cair em golpes ao realizar transações imobiliárias?

O imóvel ideal, aquele que atende os seus requisitos em diversos aspectos, pode levar você a querer fazer uma negociação rápida para não perder a “oportunidade”. Agora, se você é o proprietário, pode querer ajuda rápida para locar ou vender seu imóvel.

Mas, calma. Antes de se comprometer com qualquer negociação, seja do seu tempo ou dinheiro, você precisa se certificar de que está tratando com profissionais que merecem sua confiança.

E neste conteúdo/vídeo, eu vou compartilhar quatro dicas para você não cair em golpes de falsos corretores.

Antes de começarmos, vamos entender exatamente o que um corretor de imóveis faz.

Bom, na prática, esse profissional deve ser o responsável por intermediar as transações imobiliárias e mediar os interesses das partes envolvidas, seja entre vendedor e comprador ou entre o locador e o locatário.

E, para garantir que está negociando com um corretor de imóveis de confiança, você deve seguir a dica número um, que é VERIFICAR O CRECI.

O CRECI, que é a sigla para “Conselho Regional de Corretores de Imóveis”, nada mais é do que o registro que garante que o corretor de imóveis está apto a realizar a intermediação imobiliária.

Este é um órgão que fiscaliza e regulamenta a profissão. Por isso, nenhuma pessoa é autorizada a intermediar qualquer transação imobiliária sem este registro profissional. Assim como um médico precisa do CRM e o advogado da OAB, um corretor de imóveis precisa do CRECI.

Então, antes de qualquer coisa, peça o CRECI do corretor de imóveis e cheque a validade do registro no site do Conselho Regional do seu estado.

Agora vamos à dica dois, que é: AVALIAR AS COMPETÊNCIAS do corretor de imóveis.

Calma, aqui você não precisa exigir um currículo nem nada do tipo. A ideia é que em uma conversa você consiga avaliar alguns conhecimentos práticos que todo bom corretor deve ter.

Então, preste atenção se o profissional demonstra conhecimento técnico do mercado imobiliário. Ou seja, se ele sabe, por exemplo, qual é o preço mais justo praticado para o imóvel.

Também veja se ele faz uma boa avaliação do imóvel e principalmente dos fatores que podem influenciar no preço da venda ou locação, como o estado da infraestrutura ou da conservação, por exemplo. Afinal, um corretor de confiança será transparente com ambas as partes sobre esses aspectos.

É essencial ainda que ele demonstre saber sobre a dinâmica comercial da sua região ou mesmo sobre a evolução de preços praticada por lá.

Então, com essa breve observação, você consegue saber se o corretor de imóveis realmente entende do que está falando ou se está tentando ganhar você na lábia.

Agora, muita atenção à próxima dica, que é: VERIFICAR SE AS INFORMAÇÕES foram transmitidas de forma CLARA.

Você conversou com o corretor, mas não sabe exatamente o que ele disse. Ou ficou com sérias dúvidas e não sabe ao certo se obteve alguma resposta concreta?

Nesse caso, aqui vai uma dica importante para não ser enganado: avaliar se o corretor de imóveis em questão se comunica de forma transparente e, principalmente, compreensível. Em outras palavras, quando vocês conversam, você realmente entende o que ele diz ou fica perdido em meio a tantos termos técnicos e frases prontas?

Esse é um ponto vital, pois um corretor de imóveis de confiança terá o cuidado de manter uma comunicação clara com seus clientes.

E para isso, ele deve tratar todos com honestidade e transparência, explicando cada possível escolha e orientando, sem forçar nenhuma decisão ou esconder informações.

Por fim, a última dica é: BUSCAR REFERÊNCIAS desse corretor de imóveis.

Aqui você precisa fazer uma pequena investigação. E, para isso, pode usar a internet a seu favor.

Então, verifique se o corretor tem algum vínculo com alguma empresa e, caso tenha, certifique-se de que esta é uma empresa séria e idônea.

Busque também por referências através das quais você possa ter a segurança de escolhê-lo para intermediar a negociação do imóvel, seja de venda, compra ou locação.

Ah, você também pode fazer uma busca nas redes sociais e descobrir o que as pessoas falam sobre a qualidade do trabalho que ele faz e até mesmo sobre o seu caráter.

Essas foram algumas dicas que podem ajudar você a evitar golpes de falsos corretores de imóveis.

Gostou das dicas ou tem algum outro conselho para dar sobre este assunto para os inscritos aqui do canal? Então, aproveite e deixe seu comentário e o seu like! Assim, você ajuda nossos inscritos a se livrarem de maus negócios e ainda contribui para o crescimento do canal.

Para finalizar, deixo a frase de Albert Einstein

Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Mas, em relação ao universo, ainda não tenho certeza absoluta.

Um forte abraço. Sucesso!

Rogério Moura

Deixe seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui