Feedbacks na imobiliária: como pontuar melhoras na equipe?

Passar feedbacks na imobiliária pode ser uma tarefa complicada. Por isso, confira algumas dicas de como apresentar críticas para a equipe

Os feedbacks são poderosas ferramentas de auxílio de crescimento tanto pessoal quanto para qualquer colaborador da equipe. É por meio deles que podemos mostrar ao outro erros que foram cometidos e aprender por outro caminho. Por isso, cultivar a cultura de feedback na imobiliária é muito importante para construir uma equipe de corretores que trabalhem juntos.

Esse tipo de ação não deve ser vista como uma crítica que deixa qualquer pessoa em situações desconfortáveis, mas sim como um incentivo para melhorias. Apesar de ser uma tarefa delicada, é extremamente necessário abrir os olhos do colaborador envolvido na situação. Por isso, confira algumas dicas para passar um feedback na imobiliária.

Planeje

Antes de sair falando o que “dá na telha”, devemos pensar em maneiras de falar e também a situação em que vamos focar. Para isso, vale criar um roteirinho na cabeça com o “S.A.C” – Situação, Ação e Consequência.

Vamos imaginar que alguém da nossa equipe pegou uma negociação que era de outro corretor imobiliário. A ocorrência chegou até nós e agora precisamos falar que o que o colaborador fez foi desonesto, mesmo que ele já saiba disso. Veja:

Situação – João, sabe o cliente X que você atendeu e efetivou a venda no dia tal? Este lead era da sua colega Maria.

Ação – Você sabia que a cliente era da Maria e mesmo assim viu que tinha uma oportunidade de fechar a venda e não se importou nem em avisar ou pedir a permissão dela, que trouxe a cliente para dentro da imobiliária.

Consequência – Com isso, os corretores não estão mais confiando em você como colega de equipe e a Maria ficou bastante chateada. Isso está gerando um clima desagradável entre a equipe.

Em seguida, vale passar uma solução:

  • Acho que seria bacana da sua parte chegar para a Maria e se desculpar ou explicar o que aconteceu.

Seja honesto e respeitoso

Mesmo que a situação seja terrível, é preciso ter jogo de cintura e passar um feedback com cara de “estou aqui para ajudar você”. Ter empatia e clareza ao indicar o que deve ser melhorado em um profissional é essencial para se tornar também uma referência positiva para todos.

Entenda o outro lado

Antes de começar a fazer mistério sobre o assunto a ser tratado, devemos nos colocar no lugar do outro e entender como iríamos nos sentir em uma situação como essa. Por isso, é preciso aproveitar o momento para nos aproximar dos funcionários e ganhar a confiança de cada um.

Sendo assim, abordar a visão do outro também é um ponto positivo, já que ninguém melhor do que a própria pessoa para apresentar o que aconteceu na situação.

Leve uma solução

Além de pontuar o que o funcionário errou, levar uma solução ou expectativa para o futuro daquela pessoa na empresa é um dos principais objetivos dos feedbacks. Por isso, a melhor saída é alinhar o que deve ser feito para superar as dificuldades. Vale:

  • – Indicar cursos do ramo;
  • – Solicitar treinamento para a empresa no geral;
  • – Sugerir maneiras de lidar com situações pontuais;
  • – Mostrar como reagimos em fatos semelhantes;
  • – Entre outros.

Viu como passar feedbacks não é um bicho de sete cabeças? Além de ser uma boa ferramenta para melhorar a equipe por inteiro, é uma maneira efetiva de engajar ainda mais os funcionários.

E você, costuma passar feedbacks para os colaboradores do seu time? Como você se sente ao pontuar coisas a melhorar? Conte para nós nos comentários.

Fonte: ZAP Pro