Dicas pra quem quer comprar um imóvel

Especialistas do mercado imobiliário listam algumas orientações para aqueles que fecham o ano com planos de investir a aquisição de um imóvel

Para que a compra de um imóvel se torne um sonho realizado e não um pesadelo é importante entender que as necessidades da família e as características do imóvel não são os únicos pontos a serem analisados. Fazer um bom negócio depende também de garantias da contratação, diferenciais no acabamento e, em alguns casos, a avaliação de eventuais manutenções que serão necessárias. Seja para quem vai comprar o primeiro imóvel ou para quem já passou por isso outras vezes, algumas dicas são bem-vindas para garantir que seja feito um ótimo negócio.

Especialistas do mercado imobiliário apontam o que precisa ser analisado antes da compra do imóveis. Um dos pontos principais para se levar em consideração é a situação do mercado. A Caixa Econômica Federal anunciou a redução dos juros para créditos imobiliários para operações com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Houve também melhoria nas condições no financiamento de imóveis para pessoa física, o que tornou este um momento de oportunidade para negociação para muitas pessoas.

Por isso, manter-se informado com as notícias do setor, como esse caso de baixa de juros, pode gerar indicadores importantes para decidir sobre a compra, pois representam boas condições para se adquirir um imóvel.

Mais eficiente do que pesquisar, estudar e analisar o seu futuro imóvel, o ideal é contar com a ajuda do seu corretor para garantir que realmente seja feito um bom negócio.

O diretor comercial da Bidese Imobiliária, Leandro Greca, afirma que, na compra do imóvel, sendo usado ou novo, é preciso traçar o perfil dos moradores para encontrar as melhores opções para a família. “O consultor deve estar sempre treinado para fazer a busca específica de cada cliente. Com isso, nos preocupamos em traçar um perfil detalhado do que cada família procura. Logo em seguida, visamos o melhor investimento e o melhor custo-benefício, de acordo com o que o eles precisam”, conta Leandro.

O que considerar na hora de escolher onde investir em imóveis

Necessidade da família

O lugar onde vai se comprar o imóvel talvez seja a primeira coisa que você e sua família procuram, mas a localização vai além do bairro escolhido. Busque pesquisar o acesso, a vizinhança e até infraestrutura antes de querer visitar o imóvel. Isso garante economia de tempo e é um dos pontos principais para quem quer morar bem.
Além dos cuidados com a localização, é importante analisar a estrutura do imóvel como posição de sol, elevador, posição e facilidades das vagas de garagem e outros pontos que são essenciais para garantir conforto e praticidade para os moradores. Em qualquer caso, a localização e o valor da compra estão, sem dúvida, entre os itens mais importantes.

Imóveis novos

Caso sua intenção seja a compra de um imóvel novo, é preciso se atentar para alguns prós e contras. Imóveis novos têm garantia da construtora, diferenciais no acabamento e as últimas tecnologias no mercado. Além de que pode-se fazer alterações nos acabamentos, que garante a personalização da casa.

Por isso, na compra de um imóvel novo, é preciso ter em mente as necessidades e o conforto que você busca para sua família. Analise os tipos de tecnologia aplicadas à construção e, caso esteja pensando em comprar imóveis na planta, é possível escolher os tipos de instalações. Então, acompanhe e busque deixar o imóvel de acordo com o que sua família deseja e precisa. Outra grande vantagem da escolha por comprar um imóvel novo, é que o empreendimento não precisa de nenhuma manutenção.

Por outro lado, ao comprar um imóvel novo, é preciso contabilizar os gastos com móveis, decorações e, em alguns casos, os acabamentos finais. Um imóvel usado pode vir pronto para morar, o que é uma vantagem. Por outro lado, o novo, especialmente na planta, é o que rende maior valorização do investimento para o comprador.

Imóveis usados

Como mencionado, a grande vantagem dos imóveis usados é a facilidade na compra e a possibilidade de ter a noção dos espaços. No imóvel já em uso, o cliente já consegue ter a real noção dos espaços dentro do imóvel. Outra vantagem é a disponibilidade do local logo após a assinatura de escritura de compra, não precisando aguardar vistorias e outros procedimentos que acabam demorando para disponibilizar a mudança, como a fase de construção do novo. Por isso, para quem precisa fazer a mudança para a casa nova o quanto antes, os imóveis usados podem ser uma ótima escolha. Mas é preciso analisar os diferenciais e se há ou não a necessidade de manutenção, para comparar o custo-benefício do imóvel.

Pergunte e procure saber tudo que o imóvel oferece e não se incomode em analisar cada canto da casa no dia de visitar, para depois fazer um levantamento do que será necessário de reforma.

Fonte: Bem Paraná