Corretora de imóveis coloca fogo acidentalmente em casa de R$ 10 milhões à venda na Austrália

A imobiliária para a qual a corretora de imóveis trabalhava foi condenada a pagar 2 milhões de reais aos proprietários e aos moradores por danos materiais

Uma corretora de imóveis australiana acidentalmente incendiou uma propriedade no valor de US$ 2 milhões (cerca de R$ 10 milhões) enquanto se preparava para uma visitação pública. O incêndio, em um bairro rico de Sydney, começou na tarde de 25 de maio de 2019, mas a sentença sobre o caso só foi anunciada nesta semana pelo juiz David Hammerschlag, da Suprema Corte de Nova Gales do Sul. O magistrado condenou a Domain Residential North Beaches, agência imobiliária, a pagar mais de 850 mil dólares australianos (R$ 2 milhões) por danos.

A casa ficou completamente destruída após o incêndio — Foto: Facebook / Fire and Rescue NSW Station 006 Mona Vale / Reprodução

O documento judicial diz que a única pessoa que estava no imóvel no momento do incêndio era Julie Bundock, que atuava como corretora de imóveis na venda e é funcionária da Domain Residential North Beaches. O dinheiro pago pela imobiliária servirá para compensar o proprietário Peter Alan Bush pela perda da sua casa. Uma parcela menor será destinada aos quatro locatários que tiveram seus pertences destruídos no incêndio, de acordo com o Business Insider.

A propriedade foi avaliada em cerca de US$ 3 milhões em moeda australiana, ou cerca de US$ 2 milhões em dinheiro americano (R$ 10 milhões), de acordo com o site de notícias News.com.au.

A casa de quatro dormitórios, localizada em Avalon Beach, estava avaliada em AU$ 3 milhões (R$ 9,8 milhões) e seu empregador, a imobiliária Domain Residential Northern Beaches, foi condenada a pagar mais de AU$ 850 mil em danos, cerca de R$ 2,8 milhões.

Conforme a sentença, cerca de 20 minutos antes do início do incêndio, Bundock colocou um monte de roupas, composto por lençóis e uma capa de edredom, numa prateleira de aço perto de uma luminária que ela tinha ligado. Bundock estava lá para supervisionar uma visitação pública. O tribunal concluiu que é provável que o calor gerado pela luminária tenha causado a ignição dos lençóis, iniciando o incêndio.

Os locatários perderam quase todos os seus pertences no incêndio — Foto: Facebook / Fire and Rescue NSW Station 006 Mona Vale / Reprodução

O proprietário alegou ao tribunal que Bundock lhe disse logo após o início do incêndio: “Oh meu Deus, Pete, acho que incendiei sua casa.” Ele disse que ela confessou ter colocado alguns lençóis em cima de uma prateleira de metal independente enquanto fazia arrumações para a visitação pública.

Já o juiz disse que o risco de incêndio era claramente previsível. “É óbvio que um incêndio pode ser causado por colocar ou jogar roupas de cama contra uma luz acesa. Bundock deveria saber disso.”

Com Informações: Casa e Jardim

 

Deixe seu comentário