Corretor de imóveis das celebridades já vendeu mansão por R$ 20 milhões

Cenário para novelas, filmes e endereço de boa parte das celebridades brasileiras, o Rio de Janeiro tem um mercado imobiliário movimentado. Amigo de famosos, Michael Magno percebeu que poderia faturar alto com a negociação de mansões e apartamentos de alto padrão. Aos 28 anos, sete deles como corretor de imóveis, o jovem empresário diz até que já vendeu um imóvel por R$ 20 milhões.
O corretor de imóveis fez negócios com atores como Bruno Gagliasso, Eri Johnson e Kadu Moliterno, com as atrizes Nivea Stelmann, Rayanne Morais e Juliana Kieling, com a cantora Preta Gil e também com jogadores de futebol, como Nenê, Henrique Dourado e Giovanni Augusto. “Eu já conhecia muitas celebridades e a imobiliária é do meu pai. Já existe há 25 anos, mas não era alto padrão. Quando eu entrei, a gente mudou para o mercado de alto padrão devido aos meus relacionamentos. Meus amigos e conhecidos tinham imóveis para vender e alugar, e eu acabei entrando nesse meio”, explica Michael Magno ao Notícias da TV.
Corretor de imóveis das celebridades já vendeu mansão por R$ 20 milhões
Amigo dos famosos, o corretor Michael Magno já fez negócios com Bruno Gagliasso e Nivea Stelmann
O corretor de imóveis não revela quais os valores dos negócios imobiliários de cada um dos artistas que atende ou que já atendeu. Mas Bruno Gagliasso, que é um de seus clientes, não optou apenas por deixar de renovar seu contrato com a Globo em 2019 como também trocou de mansão.
Ele saiu de uma residência de 500 metros quadrados avaliada em R$ 5,8 milhões na Pedra da Gávea. O imóvel foi vendido neste ano. O ator, sua mulher Giovanna Ewbank e os filhos Titi, de 6 anos, e Bless, de 4 anos, moram atualmente em uma casa recém-construída na capital carioca.
De acordo com o corretor de imóveis, alguns famosos pedem até para não serem citados como donos do imóvel nem aparecerem em fotos no site e nas redes sociais da imobiliária. A fama da celebridade, no entanto, não altera o processo de venda. “É muito relativo, não onera de valores nem facilita a venda”, diz.
A prova disso é que alguns famosos estão com mansões encalhadas no mercado. O conde Chiquinho Scarpa tenta vender sua casa em São Paulo há oito anos e não consegue fazer o negócio mesmo depois de aplicar um descontão de R$ 57 milhões; Xuxa Meneghel também sofre para negociar seu imóvel de R$ 18 milhões desde o ano passado –até agora, ela não conseguiu passar o casarão adiante.
Já Nivea Stelmann, cliente de Magno, preferiu disponibilizar sua casa no Rio para aluguel em 2017. Com sintomas de síndrome do pânico por medo da violência, a atriz se mudou para Orlando, nos Estados Unidos, com o empresário Marcus Rocha, seu marido, e os filhos Miguel (de 15 anos) e Bruna (de cinco).
A casa mais cara listada na empresa do corretor das celebridades vale R$ 50 milhões, fica no Rio de Janeiro e pertence a um empresário –Magno não atua apenas com famosos. Pelas estimativas de mercado, um corretor ganha entre 4% e 10% de comissão em uma venda.
Segundo ele, o mercado de imóveis de luxo está estagnado para venda. “Locação é o que está bombando mais e está em alta. Venda deu uma parada porque, no fim de ano, a galera que compra, vende e aluga vai para fora do país. Fomenta muito [aluguel de] temporada essa época, mas a nossa empresa não foca muito na temporada. Nosso foco maior é de aluguel a longo prazo e venda”, conta.

Deixe seu comentário