Quais são as áreas de atuação do corretor de imóveis?

Iniciar em uma profissão como a de corretor de imóveis possibilita ao profissional desenvolver a sua carreira através de vários setores. Ou seja, são diversas as áreas de atuação deste profissional no mercado imobiliário.

No entanto, é preciso conhecê-las e se desenvolver para que assim, possa se tornar um profissional capacitado dentro daquele nicho que escolheu. Afinal, é a qualidade do trabalho do corretor que mais vai contar na hora de fechar uma venda com o cliente.

Pensando em formas de auxiliar nesta decisão sobre as áreas de atuação do corretor de imóveis, separamos neste conteúdo informações relevantes sobre algumas delas. Então, leia até o final para descobrir qual combina mais com o seu perfil de corretor.

A captação é uma das áreas de atuação do corretor de imóveis

Uma das primeiras áreas de atuação do corretor de imóveis é a de captação. Aqui, o profissional é responsável justamente pela captação dos imóveis que, posteriormente, ficam sob a responsabilidade de outros corretores para realizarem a venda.

Dessa forma, o seu papel é realizar esta transação imobiliária. No entanto, a sua atividade não termina aí, pois ele também cuida de toda a parte burocrática para formalizar o imóvel ao verificar as documentações e também, é responsável por efetivar novos imóveis na carteira de vendas dos corretores.

Corretores que atuam na prospecção de área

A prospecção de área é um dos nichos das áreas de atuação do corretor de imóveis que atua de forma geral tanto em construtoras bem como em incorporadoras. Sendo assim, a sua principal atividade é buscar por locais que possam ser utilizados para o loteamento.

Para atuar desta maneira, é importante que o profissional tenha conhecimento sobre ocupação de solo e também da legislação relacionada a isso. Normalmente, ao encontrar bons locais e estes serem aceitos, o corretor costuma receber comissões mais altas.

O papel do corretor de imóveis como avaliador

Já aquele que opta por seguir como um avaliador de imóveis precisa se dedicar a certas formações para que possa atuar na área. Ou seja, ele precisa ter o curso de Avaliação de Imóveis e ter registro no CNAI (Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários).

Além disso, ele também é responsável por emitir o PTAM (Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica) que define o valor daquele bem no mercado, e apontar as suas características. Ele pode ser requisitado tanto por pessoas físicas quanto por empresas.

Corretor como gestor de fundos imobiliários

Essa é uma das áreas de atuação do corretor de imóveis perfeita para aquele profissional que gosta mais de trabalhar com cálculos. Isso porque o gestor é o responsável por gerenciar a carteira de investidores.

Sendo assim, ele estará constantemente envolvido em assuntos que precisam de seus conhecimentos a cerca de taxas de rentabilidade, impostos, aplicações financeiras, fundos de investimento entre outros.

A área do mercado de luxo

O mercado de luxo é mais uma das áreas de atuação do corretor de imóveis. No entanto, por se tratar de um modelo diferente de negociação, o corretor também precisa passar por especializações para adquirir conhecimentos tanto em relação aos imóveis quanto ao atendimento ao cliente.

Os motivos que levam alguns corretores de imóveis a escolher esta área é devido as comissões mais altas. Além disso, os clientes indicam com maior facilidade quando gostam do serviço.

A oportunidade de trabalhar com imóveis de alto padrão e a velocidade nas transações, já que estes imóveis costumam ter a documentação mais “qualificada” também são pontos considerados pelos corretores.

Leia Também: Empresária cria academia de formação de corretores de imóveis de luxo

Corretores também podem atuar como administradores de imóveis?

Sim! Entre as áreas de atuação do corretor de imóveis a de administrador também está inclusa. Neste caso, as suas principais atividades envolvem:

  • Gestor de locação: Assim, ele fica responsável por administrar a locação do local bem como pela sua manutenção e recebimento do aluguel. Com isso, ele recebe uma comissão fixa;
  • Gestor de condomínio: Envolve atividades de muita responsabilidade, como o recebimento do valor do local, aplicação e apresentação destes balanços para os moradores. Outras atividades de gestão também podem estar incluídas;
  • Resolutor: Este profissional atua principalmente como um administrador responsável entre as disputas de imóveis, sejam elas familiares ou então judiciais;

Sendo assim, são muitas as áreas de atuação do corretor de imóveis que estão disponíveis no mercado imobiliário. Resta então, que o profissional tenha o conhecimento sobre elas e, caso deseje atuar em alguma delas, saiba das exigências legais para tal.

Porém, indiferente a qual área o corretor de imóveis escolha como a sua, é fato de que o seu dia a dia será atarefado. Ou seja, sobra pouco tempo para cuidar de detalhes que envolvem, por exemplo, as suas próprias finanças.

Por isso, neste sentido, é importante manter sempre a organização e também, contar com o apoio de profissionais responsáveis. Contratar um bom serviço de contabilidade é um deles.

Saiba como a contabilidade digital pode ajudar o corretor de imóveis no seu dia a dia

Para um corretor de imóveis, a dedicação diária em seu trabalho é que o vai fazer toda a diferença na hora de receber as suas comissões. Afinal, o seu salário depende diretamente de suas vendas realizadas ao longo de cada período.

Portanto, independente de qual das áreas de atuação do corretor de imóveis estejamos falando, ter acesso a uma contabilidade digital traz vários benefícios para este profissional. Afinal, ele economiza tempo e dinheiro ao ter todas as informações de sua empresa facilmente pelo próprio celular.

A AccountTech oferece soluções para corretores PJs que envolvem a abertura do CNPJ grátis no plano anual, plataforma integrada com contas bancárias digitais e acesso ao Clube de Benefícios.

Para conhecer mais sobre os serviços, acesse: https://www.accounttech.com.br/mercado-imobiliario

Deixe seu comentário