Pesquisa revela que 66% dos locatários que trabalham em casa mudaram a relação com o imóvel onde vivem

Pesquisa revela que 66% dos locatários que trabalham em casa mudaram a relação com o imóvel onde vivem

Pandemia trouxe uma nova perspectiva dos usuários que passaram a fazer home office e nível de insatisfação com a casa é de 35% entre os entrevistados pela aMORA

Morar e trabalhar no mesmo imóvel tornou-se uma nova realidade para milhares de pessoas durante a pandemia. E esse processo de passar mais tempo em casa fez com que muita gente olhasse o lar com outra perspectiva, forçando uma rápida evolução na demanda de habitação contemporânea.

Uma pesquisa produzida pela proptech aMORA revelou que 58% dos entrevistados que já utilizam o serviço estão trabalhando essencialmente em casa e que, destes, 66% relatam uma mudança na relação com o imóvel onde moram.

Trabalhar em sistema home office demonstrou, para 35% dos entrevistados, uma insatisfação com o imóvel em que vivem. Entre os que trabalham presencialmente, 40% dos entrevistados disseram estar satisfeitos com o seu lar.

Essa insatisfação de quem está mais tempo dentro de casa, vivendo e trabalhando no mesmo espaço, gera também uma outra demanda. Mais de 60% dos entrevistados que possuem a intenção de se mudar nos próximos 12 meses pretendem ir para um imóvel próprio.

O fator financeiro é o principal motivo para 44% dos entrevistados não se mudarem nos próximos 12 meses, e 38% não começou a procura por outro imóvel ou vão aguardar o fim da pandemia.

A aMORA surgiu justamente para auxiliar seus usuários nesse trâmite entre o aluguel e a compra do imóvel que desejam. O morador faz um depósito de 5% do valor do imóvel de sua escolha e já começa a morar nele.

“Assim, sobra dinheiro para outros planos e até fazer uma possível reforma. Ele constrói a sua poupança enquanto mora no imóvel. Não precisa esperar entregar obra nem depende de sorteio”, explica o co-founder e CEO da aMORA, Aram Apovian.

O morador pode testar o imóvel antes de ter a certeza de comprar. Mesmo que o cliente escolha não ficar com o imóvel, a poupança acumulada no período em que ocupou o imóvel volta para ele na maioria dos casos e a empresa vende o imóvel no mercado.

O produto também funciona para os casos onde o cliente está trocando de imóvel, pois pode anunciar seu imóvel atual e vendê-lo com calma, enquanto isso o cliente compra o imóvel novo da aMORA pelo preço que já estava combinado e ainda aproveita o benefício do imposto de renda.

Sobre aMORA:

Criada por saber que a vida muda, a aMora foi idealizada para facilitar o processo de compra de imóveis. A empresa avalia o imóvel para garantir que ele é uma boa compra e a melhor opção para o cliente, como parte da avaliação é negociado o melhor preço e a própria aMORA compra o imóvel que você escolheu. Só nesse momento o cliente faz um depósito de 5% do valor do imóvel para começar o seu investimento, o morador pode comprar o imóvel a qualquer momento durante os 3 anos do programa a um preço pré-definido. O serviço é fornecido para a compra de apartamentos ou casas de condomínios e vilas. Site: moreamora.com.br

Deixe seu comentário