FGTS Futuro da Caixa começa em abril! Confira como funciona para o financiamento imobiliário

Aprovada recentemente pelo Governo Federal, uma nova modalidade de uso do FGTS será disponibilizada em breve para os trabalhadores de todo o país. Por meio dela, os cidadãos que possuem vínculo formal de emprego poderão utilizar os depósitos futuros no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço para compor a renda no momento de solicitar um financiamento imobiliário.

A modalidade foi criada para aumentar as chances de financiamento imobiliário disponibilizadas para os cidadãos no país. Com ela, a parcela que será liberada mensalmente pelo empregador passará a ser contada como renda do cidadão. Dessa forma, o trabalhador poderá contar com mais opções de imóveis na hora de realizar a solicitação do crédito imobiliário.

Ressalvas sobre o FGTS e o financiamento imobiliário

É importante ressaltar que o FGTS Futuro não cobrirá a totalidade das parcelas do financiamento, mas sim uma parte delas. Isso significa que o comprador ainda precisará arcar com uma parte do valor mensalmente, porém, com a utilização do recurso do FGTS, é possível que essa parcela seja reduzida, facilitando o pagamento e tornando o financiamento mais acessível.

Além disso, o FGTS Futuro também oferece a possibilidade de utilizar o recurso para adquirir um imóvel de maior valor, cobrindo parte das parcelas que ultrapassem o limite estabelecido pela renda mensal do comprador. Essa flexibilidade pode beneficiar as famílias que desejam adquirir uma moradia mais adequada às suas necessidades, mesmo com uma renda limitada.

Saiba mais informações sobre o uso do FGTS Futuro:

  • Atualmente, ao realizar a solicitação de crédito, as famílias podem comprometer apenas 30% da renda familiar com as parcelas;
  • O limite foi criado para evitar o superendividamento. No entanto, ele acaba restringindo as opções disponíveis para um eventual financiamento imobiliário;
  • Para ajudar as famílias, o Governo Federal criou o FGTS Futuro, Nele, os depósitos que ainda serão realizados no fundo passarão a compor a renda do cidadão no momento do pedido;
  • Esse dinheiro poderá ser utilizado de forma exclusiva para ajudar a pagar prestações de financiamentos imobiliários;
  • A liberação dos recursos acontecerá de forma automática para os bancos. Assim, as instituições financeiras terão a garantia de pagamento;
  • A expectativa é de que, dessa forma, os juros ofertados aos cidadão sejam reduzidos;
    O trabalhador poderá utilizar até 120 meses de depósitos futuros, a modalidade estará disponível já a partir do mês de abril;
  • Inicialmente ela será direcionada para famílias que compõem a primeira faixa do programa habitacional Minha Casa Minha Vida;O grupo é composto por famílias que possuem renda familiar mensal de até R$ 2.640.

O Que Acontece em Caso de Demissão?

Uma questão importante esclarecida pela instituição é o procedimento em caso de demissão do trabalhador: o saldo da conta do FGTS comprometido com o financiamento habitacional não poderá ser sacado. Apenas o valor excedente estará disponível, excetuando-se o montante referente à multa rescisória de 40% garantida exclusivamente ao trabalhador.

Perspectiva Positiva para o Futuro financiamento imobiliário

Inês Magalhães, vice-presidente de Habitação da Caixa, destaca a importância dessa iniciativa: “Essa é uma iniciativa inédita e de extrema relevância para aumentar o acesso à moradia pelas famílias que mais precisam.” A expectativa é que o FGTS Futuro torne o sonho da casa própria mais acessível a um número maior de brasileiros, trabalhando significativamente na diminuição do déficit habitacional.

A possibilidade de usar os depósitos futuros do FGTS para o financiamento imobiliário coloca à disposição dos trabalhadores uma nova ferramenta para a realização de um dos maiores sonhos da população: a aquisição da casa própria. Com políticas inclusivas e inovadoras como o FGTS Futuro, caminhamos em direção a uma sociedade mais igualitária, onde o direito à moradia digna é uma realidade alcançável por todos.

Confira os principais eventos e cursos do mercado imobiliário em 2024

Deixe seu comentário