Corretor de imóveis usa o humor para viralizar nas redes sociais

#OrgulhodeSerCorretor… é com esta Hashtag que o Corretor de Imóveis Bruno Cameschi ou @corretordadepressao, como é conhecido em seu InstaBlog por uma boa fatia de Corretores de Imóveis em todo o País, assina a maioria de seus posts nas redes sociais.

Corretor da Depressão
Bruno Cameschi do @corretordadepressao

O Movimento “Orgulho de ser Corretor” foi lançado a pouco mais de 03 meses através das camisetas que o mesmo criou e passou distribuir a alguns seguidores, porém, a procura foi tanta e o desejo dos corretores de literalmente “vestirem a camisa” do movimento neste período, que de lá para cá Bruno também lançou a caneca e adesivos com os mesmos dizeres. Os adesivos tem objetivo filantrópico e boa parte da arrecadação da venda eles, será destinada a caridade.

“O que mais me chamou a atenção foi que comprando ou não os produtos do movimento #OrgulhodeserCorretor, muitos profissionais entraram na onda e passaram a usar a Hashtag em suas publicações, desde o evento até os dias de hoje, e isso ajudou a divulgar o Movimento pelas redes sociais. A minha intenção não é apenas que comprem os produtos, mas sim que participem ativamente tendo Orgulho real da profissão a qual escolheram, e levem a mensagem não só aos Clientes, mas também aos familiares, colegas, amigos pessoais e de profissão (risos)”, conta o Corretor da depressão.

A profissão de Corretor de imóveis, regulamentada desde 1978, por muitos anos foi banalizada, então o intuito de exaltar o orgulho que temos foi para “passar uma borracha” em boa parte desse passado. Hoje em dia o que se faz de ruim se propaga muito rápido nas redes sociais, mas por outro lado, o que se faz de bom também é compartilhado facilmente, então por que não fazer um esforço para levar notícias boas, não é mesmo? Partindo desse princípio, o “Deprê” criou uma Palestra chamada “O Humor para disseminação de Informações”, que foi uma maneira que ele encontrou de levar através do humor, informações direcionadas a corretores de imóveis de todo Brasil. Bruno já rodou mais de 04 estados, levando essa palestra e acompanhando os eventos para profissionais do mercado imobiliário. Ele confessa estar se sentindo cada vez mais empolgado com a ideia de compartilhar experiências, ideias, notícias e também as chamadas “dicas antidepressivas” para os corretores de imóveis para aprenderem a engajar mais seus clientes.

E porquê este nome, heim? Conforme conta Bruno, “O Corretor da Depressão” começou após estar com problemas pessoais, financeiros e prestes a perder um sócio no quadro da empresa. Ele criou e usou o perfil do Depressão para gerar conteúdos de humor para corretores de imóveis diariamente, o que passou a ser como uma válvula de escape para ele. Outra dica que ele dá para os seguidores, é procurar ter uma válvula de escape, seja através de um esporte, leitura, cursos e/ou palestras, o importante é se mexer e não focar somente em trabalho unido aos problemas pessoais que temos, pois se assim for, o profissional corretor pode entrar em colapso.

Com 35 anos de idade, Bruno é Analista de Sistemas de formação, já foi até militar do exército por 5 anos e diz já ter até servido nas forças de paz da ONU no país Haiti. Ele confessa que sempre usou o humor para levar e enfrentar as situações do seu dia-a-dia.

Atuante a mais de 7 anos no Mercado Imobiliário de Mato Grosso do Sul e residindo na cidade de Campo Grande/MS, Bruno diz que teve 3 fases na corretagem, desde ajudante a confeccionar contratos com seu Tio (que foi quem o colocou na corretagem), até colocar placas em dias de chuva, porém nesta última fase, ele decidiu ficar na profissão de corretor de imóveis e está por 5 anos consecutivos no mercado, sem parar. Bruno confessa ter contribuído direta e indiretamente em processos de mais de 300 clientes e hoje assessora clientes e corretores de algumas regiões do Brasil.

Diante de tudo isso, Bruno assume que é uma profissão desafiadora, todos os dias as lutas diferentes, dificuldades diferentes, em muitas vezes a venda está fechada e a mesma cai, mas acima disso, Bruno confirma o seu amor pela profissão e diz SER corretor e não ESTAR corretor, como a maioria dos profissionais atuam hoje em dia.

Hoje atua, além da corretagem, na área educacional levando informação de qualidade a corretores através de algumas de lives que são a bola da vez, ainda mais neste momento que vivemos de “quarentena”.

“Procuro oferecer informação de qualidade e proximidade para os corretores, e para isso convido alguns amigos, palestrantes ou profissionais de destaque do mercado, mas todos reais e com resultados e ideias reais e que funcionam, e acredito que a educação/informação é a arma de uma profissão e a arma de um pais”, afirma Bruno. Em meio a tantas notícias negativas devido ao Corona virus, onde se fala tanto em política e a fase que estamos passando, levar informação, conhecimento e dicas para nos segurarmos durante esse período é essencial e nos dará boa parte da força que precisamos neste momentos de crise na saúde.

Convidamos a todos corretores a participarem deste movimento que esta tomando conta do Brasil #OrgulhodeserCorretor, usando a hashtag em suas publicações em redes sociais e exaltando o orgulho que cada um tem em ser corretor de imóveis.

Siga @corretordadepressao

Deixe seu comentário