Mais que portugueses, brasileiros são os que mais compram em empreendimento imobiliário de Lisboa

O êxodo de brasileiros para Portugal cresce em ritmo acelerado e o mercado imobiliário luso já apresenta indicativos surpreendentes. No Lisbon Green Valley, empreendimento do André Jordan Group, o número de aquisições por brasileiros supera até mesmo o dos próprios portugueses.

O percentual de vendas do Lisbon Green Valley para o mercado brasileiro é de 65%, sendo a nacionalidade que mais se destaca no portfólio de vendas do grupo, e apresenta um investimento que ronda os 100 milhões de euros na construção das primeiras 200 unidades.

A alta procura explica-se não apenas pelo desejo de brasileiros por morar em Portugal – só no consulado português em São Paulo são emitidas uma média de 800 nacionalidades por mês – mas pela qualidade de vida proporcionada pelo Belas Clube de Campo, que já é considerado um dos principais empreendimentos imobiliários de toda a Europa.

“O investimento feito pelo André Jordan Group na sustentabilidade, na inovação e na qualidade superior dos acabamentos tem sido um fator muito apreciado pelas famílias brasileiras, que revelam estar perante um produto muito acima da média em relação ao que estão habituadas no Brasil ou até mesmo nos Estados Unidos e outras regiões de Portugal”, aponta Bruno Martins, diretor de vendas do André Jordan Group . Segundo ele, a característica de compra de imóveis ainda na planta também é outro fator que explica essa predominância.

Estes indicadores revelam a grande aceitação dos brasileiros por este tipo de condomínio, com segurança e serviços integrados em uma ampla área verde, mas sem abrir mão da proximidade com a cidade, já que o empreendimento fica a apenas 15 minutos do centro de Lisboa.

Outro fator é o lastro que o empreendimento apresenta junto ao público do Brasil. Afinal, o idealizador do grupo, André Jordan, considerado o pai do turismo luso e um dos expoentes do mercado imobiliário luso português em todos os tempos, é brasileiro.

Fonte: Jornal Mundo Lusíada

Deixe seu comentário