Aprenda como argumentar para reduzir valor do reajuste do aluguel

Caso o proprietário queira ajustar o aluguel acima dos índices anuais de correção, o locatário deve ser avisado

Quem vive de aluguel, quando chega a hora do reajuste anual ou da renovação do contrato, sempre paira a dúvida: como negociar o valor do reajuste? A maioria dos contratos de aluguel é reajustada pelo Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M). Entre julho de 2011 a junho de 2012, o índice marcou variação de 5,14%. Logo, esse deve ser o reajuste dos aluguéis com aniversário em julho. Mas, se você acha que o índice está acima do que você pode pagar, é possível negociar. 

É fato que nos lugares onde há maior dificuldade em encontrar imóveis para alugar e os preços subiram muito acima da inflação, a situação fica mais complicada. 

“Há casos onde o preço pode subir mais do que o IGP-M. Fatores como localização e a comodidade do locatário são os principais pontos”, ressalta José Alberto de Vasconcellos, sócio da imobiliária José Alberto Imóveis.

Membro do Conselho Federal da Economia, o economista Paulo Dantas indica que ser um bom inquilino é o principal passo para economizar no reajuste. “Se a pessoa paga o aluguel em dia, conserva o imóvel e tem uma boa relação com o proprietário, ela pode argumentar e negociar um aumento menor”, explica Dantas.

Os contratos de aluguéis costumam ser reajustados pelo IGP-M, calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). O gerente regional da administradora Apsa, André Navarro, explica que as datas e o percentual para os reajustes precisam estar no contrato. “Normalmente, não existe reajuste de preços antes do fim do contrato.

Geralmente, os contratos são de 30 meses e a correção da mensalidade que acontece antes desse prazo é prevista na Lei do Inquilinato e acontece a cada 12 meses, independentemente do período do contrato”, diz Navarro. Caso o proprietário queira ajustar o aluguel acima dos índices anuais de correção, o locatário deve ser avisado. “Se não houver acordo, o imóvel é pedido de volta. Legalmente, o prazo de devolução é de 30 dias”.

Como é o calculo do IGP–M?

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) é calculado mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Para chegar ao índice, a FGV analisa variações de preços de vários segmentos da economia como o Índice de Preços por Atacado (IPA), que tem peso de 60% do índice, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% e o Índice Nacional de Custo de Construção (INCC), representando 10% do IGP-M.

Dicas importantes:

1 A nova lei determina 30 meses para contratos de aluguel. Após esse período, é indicada a realização de um novo contrato para evitar que o dono requisite o imóvel sem motivo justificável.

2 Pesquise em jornal ou na internet quanto vale um aluguel de imóvel no mesmo prédio ou região em que você mora. Nesse caso, anúncios publicados podem ser úteis na negociação do novo contrato.

3 Caso não haja acordo com a imobiliária, tente negociar direto com o proprietário do imóvel.

4 O inquilino deve negociar a renovação antes de o contrato terminar. Programe de dois a três meses antes da renovação para iniciar as conversas.

5 Mostre que o proprietário corre um risco com o novo inquilino já que você é um bom pagador e cuida do imóvel onde mora.

6Comprove que é um bom inquilino: mostre comprovantes de pagamentos realizados no prazo e apresente fotos do imóvel conservado.

Por: Jorge Gauthier

Fonte: Correio 24 Horas

Deixe seu comentário