6 motivos para optar por uma imobiliária de confiança na hora de alugar e administrar seu imóvel

Quando você decide alugar seu imóvel, você pode procurar um inquilino por conta ou recorrer à ajuda de imobiliárias. O primeiro caso é sempre perigoso, pois podem surgir problemas durante o relacionamento que terão que ser resolvidos em acordo entre as partes. Já nas imobiliárias, a administração costuma seguir uma cartilha segundo a legislação, trazendo maior segurança. Isso é muito relevante na hora do contrato e traz vários benefícios. Mesmo assim, é necessário se relacionar com empresas sérias e de qualidade. Separamos alguns pontos que fazem a diferença na negociação intermediada por imobiliárias de confiança.

1 – Assessoria jurídica

Uma imobiliária deve prestar assessoria jurídica e acompanhar todo o processo do contrato. A intermediação traz maior rapidez nas etapas burocráticas e ajuda a resolver dúvidas entre as partes. É a administradora que terá as principais informações sobre os procedimentos, acompanhando pagamentos, vistorias, documentação etc.

2 – Registro no CRECI

Imobiliárias de confiança possuem equipe qualificada e devidamente registrada no CRECI, garantindo um relacionamento seguro e eficiente. O órgão é responsável por fiscalizar as transações de compra e venda, assegurando que tudo esteja nos conformes. Você pode consultar se seu corretor tem o registro pelo site do CRECI: http://www.crecisp.gov.br/busca-beta.

3 – Qualidade e opções de imóveis

A imobiliária deve garantir a qualidade de seu portfólio. Além de ter inúmeras opções ao futuro locatário, são imóveis previamente analisados. Na hora do contrato, uma nova avaliação é feita para determinar as condições físicas e garantir que o imóvel esteja conservado na saída do inquilino.

4 – Divulgação de imóveis

Para que haja interessados no seu imóvel, é preciso ter um bom marketing em cima dele. As imobiliárias qualificadas se responsabilizam em promovê-lo da melhor forma possível para conseguir o seu inquilino, estabelecendo contato inclusive com outras empresas do ramo. Fique atento a imobiliárias que não se empenham muito, pois há mais chances de dor de cabeça em um futuro contrato.

5 – Seguro-fiança

O seguro-fiança é uma das facilidades dos contratos em imobiliárias. Ele dispensa a necessidade de um fiador ou caução e alivia o bolso do locatário. Para o proprietário, é uma segurança de que seu imóvel será devolvido em ordem na saída do inquilino. Uma empresa séria deve disponibilizar a opção e ter contato com seguradoras.

6 – Idoneidade entre as partes

A imobiliária é responsável por coletar os dados do locador e do locatário, certificando a idoneidade entre as partes. A análise de crédito do locatário é uma etapa importante para garantir o cumprimento de suas obrigações. A imobiliária se responsabiliza por toda a gestão do contrato, tanto na entrada do inquilino quanto durante o período de vigência, então precisa ter qualidade e confiança.

Fonte: Eko Imóveis

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário!