Lendo Agora
Reajuste de aluguel: Saiba como e quando calcular!

Reajuste de aluguel: Saiba como e quando calcular!

Reajuste de aluguel: Saiba como e quando calcular!

Toda renovação de contrato pode existir a possibilidade de um reajuste de aluguel. A correção é calculada em cima do preço inicial que foi negociado com a imobiliária ou com o proprietário. Geralmente, é feito esse reajuste de aluguel pelo igpm.

Mas você sabe como é feito esse cálculo? Para responder esta dúvida, continue a leitura desse artigo. Aqui explicaremos quando e de que forma fazer o cálculo do reajuste.

Aproveite e boa leitura!

Quando e como ocorre o reajuste de aluguel?

O reajuste de aluguel é o acréscimo no valor inicial da locação de um imóvel, que pode ocorrer em todo aniversário de contrato, ou seja, a cada 12 meses é previsto em lei que esse valor mensal seja revisto, ou na renovação de contrato de locação.

O reajuste é uma maneira de garantir a rentabilidade do aluguel para o proprietário, sendo aplicado de acordo com a correção dos índices econômicos. Logo, cabe ao proprietário escolher se deve ser feito o reajuste ou se o valor do aluguel continuará o mesmo.

Cálculo inicial do aluguel

Antes de aprendermos a calcular o reajuste de aluguel, é preciso também saber como o próprio cálculo do preço inicial é realizado.

O preço inicial do aluguel varia entre 0,5% e 1% do valor integral do imóvel. No entanto, é preciso também considerar diversos fatores como a localização, vizinhança, mobília, quão novo ou não ele é, entre outros.

Assim, é calculado em cima do valor inicial do aluguel, o valor do reajuste. Através da lei do inquilinato (que regula o mercado de aluguéis residenciais e comerciais) é possível ter ciência de como esse cálculo pode ser feito e os índices usados como base para o calculo desse reajuste.

Como calcular o reajuste de aluguel?

Primeiramente, antes de calcular o reajuste de aluguel você precisa verificar no contrato de locação qual o mês de aniversário. Ou seja, qual mês encerra o período de 12 meses de contrato.

Com isso, após saber a data, basta procurar uma fonte confiável e verificar qual é o acumulado dos últimos meses do índice que será escolhido.

O Banco Central disponibiliza no site deles uma calculadora do cidadão para que qualquer pessoa possa fazer a conta de reajuste de aluguéis. Para fazer essa ação no site é preciso:

  • Escolher o índice de preço utilizado para a correção;
  • Informar a data inicial do contrato de locação;
  • Informar a data final ou a data atual do contrato de locação;
  • Informar o valor a ser reajustado.

O que é o índice de reajuste de aluguel?

Os serviços e produtos de tempos em tempos sofrem atualizações monetárias e, o índice de reajuste é uma ferramenta para conduzir os valores de um contrato de locação.

Portanto, devido a inflação média anual os índices de reajuste são necessários para que com o decorrer do tempo, os valores não fiquem obsoletos, podendo gerar prejuízos.

Assim, cada índice mede a inflação sobre uma constituição de produtos diferentes. No caso do reajuste de aluguel, existem dois índices mais comuns que podem ser utilizados para esse cálculo.

Quais são os índices de reajuste de aluguel?

Os dois principais índices aplicáveis aos cálculos de reajuste de aluguel são:

IGP-M – Índice Geral de Preços de Mercado

Popularmente conhecido como “a inflação do aluguel”, é utilizado pela maioria dos contratos imobiliários, sendo considerado o principal índice para calcular o reajuste do aluguel.

Leia Também
Aluguel, reajuste de IGP-M para IPCA

Esse índice é calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e é baseado em três outros indicadores para ser calculado:

  • INCC-M – Índice Nacional de Custo da Construção de Mercado: Peso de 10% no cálculo.
  • IPC-M – Índice de Preços do Consumidor de Mercado: Peso de 30% no cálculo.
  • IPA-M – Índice de Preços do Atacado de Mercado: Peso de 60% no seu cálculo.

A diversidade de fatores que é usado para calcular o IGP-M faz com que ele funcione como um indicador macroeconômico. Além disso, é utilizado como balizador do mercado imobiliário como um todo.

IPCA – Índice de Preços ao Consumidor

O IPCA é outro indicador bastante conhecido, porém menos utilizado para reajustes de aluguel.

Esse índice de preço é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e objetiva oferecer a variação de preços de produtos para o cliente final. Ou seja, a inflação.

O indicador atua medindo o custo de vida de famílias de nove regiões urbanas no país, que possuem renda entre 1 e 40 salários mínimos. Nesse sentido, são calculados os custos com alimentação, moradia, saúde, despesas pessoais, educação transporte, etc.

Como escolher o índice de reajuste?

Apesar de a grande maioria do mercado imobiliário utilizarem o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), uma opção é utilizar ambos os índices. Dessa maneira, os seus dados podem ser complementares e trazer mais precisão, pois você pode calcular o reajuste a partir da inflação do IPCA e de alguns índices do IGP-M.

Entretanto, além de conhecer sobre os índices é importante que você saiba que o índice escolhido deve estar especificado no contrato de aluguel assinado por ambas as partes.

Agora, você será capaz de saber quando e como calcular o reajuste de aluguel!

Diante de tudo o que vimos na leitura desse artigo, será muito mais fácil entender como funciona esse cálculo de reajuste e porquê ele é feito. Esperamos ter contribuído para que você possa usufruir desse conhecimento quando esse momento chegar.

Deixe seu comentário abaixo!
Nenhum Comentário (0)

Deixe seu Comentário

Seu email não será divulgado.

© 2021 Publicidade Imobiliária. Todos os direitos reservados.