Estudo indica melhora no mercado de imóveis residenciais novos

Um estudo do setor imobiliário divulgado nesta semana apontou uma melhora no desempenho do mercado de imóveis residenciais novos na cidade. O levantamento mostrou um crescimento de 7% e 8% no número de unidades lançadas e vendidas, respectivamente, entre janeiro de 2014 e dezembro de 2016.

A pesquisa, elaborada pelo Sindicato da Habitação do Estado de São Paulo (Secovi-SP) em parceria com uma assessoria econômica, mostrou ainda que a maior parte dos compradores que buscou lançamentos nos 36 meses analisados, mais de 1.700 do total de 3.475 imóveis, adquiriu residências com dois dormitórios econômicos.

De acordo com o estudo, a maior parte dos lançamentos e das vendas esteve concentrada entre os imóveis de até R$ 215 mil. A análise também identificou um aumento no número de unidades lançadas no período, mais de 5.900, e na oferta de imóveis em Bauru, que saltou de 2.335 para 2.462.

“Os últimos cortes na taxa básica de juros, o aumento do limite de financiamento pelo FGTS e as recentes medidas de ampliação do atendimento da demanda do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) trazem mais confiança ao setor, ajudando a fomentar o mercado imobiliário do município”, afirma Riad Elia Said, diretor regional do Secovi, em Bauru.

Do número ofertado, 1.254 unidades são de dois dormitórios econômicos, 585 unidades de três dormitórios, 534 unidades de dois dormitórios, 77 unidades de quatro dormitórios, 10 de unidades de um dormitório e duas unidades de um dormitório econômico.

“O volume de vendas na cidade é considerado sadio e os empresários já preveem um cenário futuro favorável”, conclui Said. A pesquisa completa pode ser consultada no site do Secovi-SP.

Fonte: G1

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário!