É hora de investir! Comprar imóveis para alugar é o negócio da vez

Mercado imobiliário apresenta crescimento expressivo no primeiro semestre de 2019

O mercado imobiliário voltou a apresentar sinais de que está reaquecendo em 2019. De acordo com estimativa da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), as vendas e os lançamentos de imóveis residenciais no país devem crescer em torno de 10% a 15% este ano. Com esse cenário positivo, muitos investidores estão apostando no mercado imobiliário como maneira de fechar bons negócios e ainda garantir uma renda extra no fim do mês.

Para o economista e professor universitário Wallace Meireles Pinheiro, este é o momento certo para investir em imóveis e aumentar a renda mensal, além de ser uma ótima opção para aumentar o patrimônio da família. “Este é o momento ideal para investir. O mercado está propício, devido à grande oferta de imóveis causada pela crise, onde os imóveis ficam abundantes por toda a cidade e com um bom preço, em que o comprador pode barganhar pelo preço e fechar um bom investimento”, comenta.

Para quem já tem experiência em investir em imóveis para lugar, o momento para o setor imobiliário é sempre de altos e baixos. O empresário José Sá conta que um bom investidor sabe quando comprar mais barato e ter paciência para vender pelo melhor preço.

“Eu tenho sete imóveis alugados pela cidade, entre vilas, casas e apartamentos. Todos eu comprei quando os vendedores estavam ‘aperreados’ e hoje todos eles estão quitados com o retorno do próprio aluguel. A minha estratégia, na verdade, é alugar essas casas para elas não ficarem sem ninguém. O negócio que vale mesmo é o terreno, devido a localização. Quando eles chegarem no máximo que posso extrair de lucro, eu os vendo pelo maior preço”, afirma o empresário.

O economista alerta também que é preciso ter cautela na hora de ‘cair de cabeça’ e investir no mercado imobiliário. Segundo o especialista, o momento é ideal é para fazer pesquisa para aquisição de imóveis. “É preciso investir no imóvel certo para obter os melhores lucros com o imóvel. Mas alguns pontos devem ser levados em consideração como a pesquisa de mercado, a localização e conhecer os seus clientes (quem vai alugar seu imóvel), para, assim haver segurança no investimento e garantir que o seu imóvel não ficará vazio por um longo período”, afirma Wallace Meireles.

Crescimento além do esperado

O presidente da Associação das empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM), Albano Maximo, relembra as dificuldades que o mercado imobiliário sofreu na época acentuada da crise, em 2017, mas ressalta que o setor cresceu mais que o esperado para o primeiro semestre de 2019.

“O setor foi abalado pela crise econômica, como tantos outros segmentos do país, mas nos primeiros cinco meses deste ano o mercado cresceu cerca e 40% além do esperado. Isso se deve pelos estímulos que o governo e prefeitura estão fazendo para a desburocratização de documentos. Tudo isso reanima o setor tanto da construção, quanto da comercialização de empreendimentos imobiliários”, afirma o presidente da Ademi no Amazonas.

A pesquisa imobiliária feita pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas, referente ao primeiro trimestre de 2019, mostrou que ao todo R$ 34 milhões foram investidos na unidade. Em vendas residenciais, 574 negociações foram feitas, somando um montante de R$ 120 milhões, sem registros de vendas comerciais.

Áreas de Manaus mais procuradas

Segundo uma pesquisa feita pela OLX, a região mais procurada em Manaus para locação e venda de salas comerciais é a zona Centro-Sul, principalmente, em bairros nobres da cidade como Adrianópolis, Vieiralves, Dom Pedro, Parque 10, Parque das Laranjeiras e Ponta Negra. Essa demanda por bairros específicos, segundo corretores, está ligada a facilidade de acesso aos serviços nessas áreas.

“Determinadas áreas da cidade recebem mais procura para investir devido a facilidade da localização e de se encontrar serviços. O mercado está mais quente nas áreas está perto dos centros comerciais e financeiros, esses bairros são regiões próximas de supermercados, escolas, shoppings, além de serem áreas nobres a cidade que tem casas e apartamentos com os melhores acabamentos”, afirma o corretor de imóveis Leonardo Bueno.

Dicas na hora de investir em imóveis

Adquirir um imóvel é sempre um bom investimento, uma vez que o terreno tem diversas vantagens, como ganhos a médio e longo prazo com sublocação e a certeza que sua propriedade valerá alguma coisa, mesmo em momentos de crise. Para saber mais quais cautelas os compradores devem ter na hora de investir, o economista Wallace Meireles listou algumas medidas. Confira!

1) Pesquisa

2) Localização

3) Valor do Imóvel

4) Segurança da área

5) Tendência de valorização ou depreciação

Financiar para investir vale a pena?

É preciso colocar tudo na balança para entender se o investimento em aluguéis é válido. Os faturamentos com aluguel são certamente menores do que a comissão por uma venda de imóvel, mas a possibilidade de conseguir pessoas que queiram alugar é muito maior e, muitas vezes, garantem rendimentos melhores ou similares no final do mês.

Na avaliação do economista Wallace Meireles, é preciso considerar bem na hora de adquirir um financiamento para não acabar tendo duas dívidas. “Financiamento tem que ser avaliado se você pode arcar com a taxa de juros. No meu caso, só compraria uma casa se tivesse um dinheiro sobrando, não aconselho um financiamento compulsivo, mas faça uma pesquisa em relação ao negócio. Algumas organizações têm interesse em conceder financiamento para esse fim”, aconselha.

Fonte: EM Tempo

Deixe seu comentário