Crédito imobiliário com recursos da poupança bate recorde

Volume de crédito imobiliário ofertado com recursos da poupança no primeiro trimestre chegou a R$ 43,1 bilhões

Os números registrados este ano pelo mercado imobiliário reforçam o crescimento do setor que, apesar da pandemia, tem se mostrado ainda mais indispensável para as famílias que desejam trocar o aluguel pela casa própria. Prova disso é que o primeiro trimestre de 2021 foi o melhor da história no que diz respeito ao financiamento habitacional, de acordo com dados da Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança). Segundo o estudo, o volume ofertado chegou a R$ 43,1 bilhões em todo o país (alta de 112,8% na comparação com o mesmo período do ano passado). De janeiro a março foram 187,6 mil unidades financiadas (resultado 137,3% superior ao do primeiro trimestre de 2020).

Para Fred Judice Araujo, cofundador e head de Produto, Marketing e Dados da plataforma HomeHub, a Selic (taxa básica de juros) atualmente em 2,75% permitiu esse novo recorde. A empresa tem sete mil imóveis em carteira e criou recentemente um braço de crédito imobiliário, a HomeHub Fin. Araujo conta que a plataforma identificou um aumento de 97% na procura por simulação de financiamento no primeiro trimestre de 2021 em relação ao último trimestre do ano passado. “De janeiro a março, chegamos ao montante de R$ 150 milhões em simulações na plataforma com ticket médio de R$ 1 milhão”, afirma o executivo. A expectativa é fechar 2021 com R$ 50 milhões em crédito no Rio de Janeiro.

Imóvel tecnológico na Vila da Penha

E com todas as facilidades para financiar disponíveis atualmente, o cliente tem a oportunidade de optar pela mais vantajosa. Para quem busca um imóvel mais moderno, dentro de um condomínio com lazer completo e segurança, a Avanço Realizações Imobiliárias, por exemplo, está com campanha para as últimas unidades de dois quartos do Now Residence Lafayette, na Vila da Penha, residencial que será entregue em dezembro. Os imóveis têm preços a partir de R$ 425.340 e sinal de apenas 10%. Sanderson Fernandes, diretor da empresa, explica que, ao fechar negócio, o futuro morador começará a pagar as parcelas do financiamento na entrega das chaves. “Durante a construção, o comprador paga apenas uma taxa de obra que é corrigida pela TR (Taxa Referencial) e ainda garante desconto de 2% no saldo devedor quando o contrato de financiamento é assinado em 60 dias”, orienta.

Fernandes ressalta que quem optar pelo financiamento, uma exclusividade do novo programa da Caixa, terá juros a partir de 4,75% ao ano mais TR e prazo de financiamento de até 35 anos. “Importante lembrar que há vantagem quando o cliente antecipa o crédito imobiliário, pois ele não se descapitaliza com sinal e pré-chaves, consegue ter um fôlego financeiro durante a obra, não sofre reajuste do valor do seu saldo devedor e garante as menores taxas de juros da história”, avalia o diretor.

Os empreendimentos da marca Now são conhecidos por suas iniciativas tecnológicas que incluem, entre outros itens, fechadura biométrica e a Varanda Trendy, entregue com cooktop elétrico de duas bocas, previsões de pontos de adega ou frigobar e TV, sonorização ambiente com display de Led e entradas para SD Card, USB e Bluetooth, além de sonorização da varanda interligada também à TV da sala. O residencial fica na Rua Lafayette Stockler, 100. crédito imobiliário

Fonte: O Dia

Deixe seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui