Como ter um cliente fiel?

Sábado eu escutei um comentário curioso de um amigo “você não é fiel nem ao seu barbeiro?”, seu argumento após eu dizer que ia cada mês em um salão diferente, de acordo com o que ficasse mais próximo e fácil para mim. Aquela observação me fez pensar, afinal, se existem milhões de pessoas fiéis há cabeleireiros que cobram de 20 à 100 reais, porque têm tão poucos fiéis aos corretores que cobram dezenas e até centenas de milhares de reais? A resposta é muito simples: relacionamento!

 Quando você chega em um salão, ninguém ali fala sobre o serviço que está sendo prestado, muito pelo contrário, o profissional pergunta sobre a sua vida, te oferece uma revista e fala principalmente de amenidades (futebol e fofoca). O ato de cortar o cabelo é uma consequência, é feito como que indiretamente. A pergunta do corte não dura um minuto e o processo de cortar é tomado pela conversa ou outros passatempos, como cerveja ou champagne por exemplo, ou seja, tudo acontece sem o cliente perceber.

banner-como-abrir-uma-imobiliaria

Mesmo o cliente cobrando caro, ele é irrelevante se compararmos o preço que cobramos em uma comissão, e mesmo assim o barbeiro investe em seus clientes, está sempre atualizado, compra revistas, coloca TV a cabo, oferece bebidas e etc. Quanto mais sofisticado o ambiente, mais caro o corte. Agora me diga, vale a pena pagar a comissão que você recebe? O cliente brasileiro acha que você é útil? Você já escutou alguém dizer: “você não é fiel nem ao seu corretor?”. Afinal, de quem é a culpa do mercado não ter comissão alta e exclusiva?

 Pronto, encontramos um problema, mas qual é a solução? Relacionamento. Sim, eu sempre bato nesta tecla, observo que os corretores investem muito tempo em questões técnicas e até mesmo burocraticas e esquecem o principal, exatamente aquilo que trará o maior resultado financeiro. Você não pode ter um cliente, você precisa de um amigo, de alguém que te veja como um igual, que goste de você e da sua companhia, que te chame para sair, que confie em você. Vamos fazer diferente? Seja PROATIVO!

Deixe seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui