Comissão do corretor de imóveis: Entenda as principais questões sobre o pagamento do profissional

A comissão do corretor de imóveis gera dúvidas para muitas pessoas que estão vendendo ou comprando um imóvel. Afinal, quem paga o valor? Qual a porcentagem que deve ser destinada ao profissional que tem a função auxiliar ambas as partes no trâmite de transferência e documentação do bem? A FCA Leilões tem as respostas corretas.

Antes de falar da comissão do corretor de imóveis é preciso entender que este profissional tem a missão sempre de balancear as negociações, avaliar valores, orientar sobre os trâmites da documentação e se empenhar para que o produto realmente seja vendido, até porque é daí que sai o ganho do corretor. Agora sim, vamos entender mais sobre a comissão do corretor de imóveis.

Quem paga a comissão do corretor de imóveis?

A comissão do corretor de imóveis é paga pelo vendedor, o proprietário que está vendendo o imóvel, seja ele usado ou novo. Em São Paulo, a porcentagem paga para o profissional do ramo é de 6% a 8% do valor do imóvel da negociação concluída – sim, a comissão só é paga ao corretor se a venda for concretizada. O que pode haver durante o processo de venda é um acordo entre o comprador e vendedor e ambos dividirem os custos da atuação do profissional.

Quando o corretor de imóveis recebe a comissão sem finalizar o processo?

A comissão do corretor de imóveis pode ser paga em duas situações caso a venda não seja concretizada. Primeiro, quando comprador e vendedor iniciam os contratos e assinam qualquer documento que façam ligação entre ambos, como um simples recibo de sinal ou um contrato básico, e desistem da negociação. Quem desistiu deverá arcar com os custos do corretor de imóveis.

Outro caso que pode acontecer é quando um comprador deseja ter uma assistência específica do corretor de imóveis, contratando o profissional para se dedicar ainda mais na busca pelo imóvel desejado.

Existe um valor determinado para eu pagar a comissão do corretor de imóveis?

Sim. É importante que todos os envolvidos na negociação conheçam os direitos e deveres do corretor de imóveis, inclusive para entender que o valor pago é proporcional ao trabalho desempenhado por este profissional. O CRECI, que é o Conselho Regional e responsável por acompanhar e fiscalizar os corretores de imóveis, estabelece pontos importantes desta relação, até mesmo o valor da comissão do corretor. Importante também reforçar que existe uma legislação nacional que estabelece alguns pontos e direciona para órgãos como o CRECI os detalhes da profissão.

A comissão do corretor de imóveis por parte da imobiliária

O corretor que se associa a uma imobiliária vai ganhar um pouco abaixo dos 6%, já que cerca de 60% do valor fica para a estrutura imobiliária – essa porcentagem pode variar de acordo com cada empresa do ramo. Neste caso, o corretor estabelece com o responsável da imobiliária as porcentagens que serão divididas. Vale lembrar que corretores de empreendimentos que ainda serão construídos recebem bem menos, uma variação de 4% do negócio fechado e, talvez, uma premiação combinada com a construtora ou incorporadora.

Honorários do corretor de imóveis na locação

Na locação, o honorário do corretor de imóveis é normalmente de 100% do valor do 1º aluguel e, em alguns casos previamente combinado por contrato, a administração mensal do imóvel que é de 8%. No caso de locação de temporada, num período máximo de 90 dias, a comissão é em média de 30% do valor do pacote fechado.

Corretor de imóveis não trabalha como CLT?

Normalmente não. A legislação da profissão estabelece que ele pode atuar como liberal ou registrado, mas para cada caso é preciso que a imobiliária e o corretor de imóveis atendam alguns requisitos e tudo seja documentado. O indicado para quem está de qualquer lado desta relação é sempre buscar orientações no Conselho Regional, que é o órgão que direciona isso também.

Comissão do corretor de imóveis de outras modalidades

Existem outras formas de negociação de um imóvel e o corretor que atua em outros segmentos precisa ficar atento as variações relacionadas a comissão do corretor de imóveis. Veja:

– Comissão para venda judicial: 5%

– Comissão para vendas de imóveis rurais: 6% a 10%

– Comissão para vendas de imóveis industriais: 6% a 8%

Confira alguns cursos oferecidos pela FCA Leilões

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário!