Coluna de corretor para corretor

É uma honra estrear minha Coluna (De Corretor para Corretor), no Portal Publicidade Imobiliária.

Quando recebi o convite do Rony Meneses, me senti lisonjeado, e percebi uma oportunidade, de devolver ao Mercado Imobiliário, um pouco do que me proporciono: conhecimento, aprendizado, ética e gana por vencer/vender.

Realmente aprecio multiplicar informação. Acredito, que o conhecimento ao é válido, quando compartilhado.

Iniciei este projeto (De Corretor para Corretor), anos atrás, quando era Diretor Comercial da Abyara Brokers. Naquela ocasião (2013), o Mercado havia mudado, e não era mais o cliente quem comprava (como nos anos anteriores), mas sim, era o Corretor quem vendia. E vendia o profissional preparado, informado e bem orientado. Ao assinar uma Coluna no Jornalzinho da Abyara (que denominei De Corretor para Corretor), conseguia levar conhecimento, expertise e orientação, para os mais de 5 mil Corretores que faziam parte de todas as Operações da companhia na época.

Agora, compartilhei semanalmente (toda Quinta-Feira), aqui no Portal Publicidade Imobiliária, informações, estratégias e positividade (o tal caminho das pedras).

Nesta primeira edição, descrevo partes importantes da carreira que sigo construindo.

De Calça branca, a Executivo do Mercado Imobiliário.

Orgulho 🤗

Adentrei na Abyara Brokers em 2008, como estagiário (calça branca) e saí em 2.015 como Diretor Comercial (responsável pela Operação no Interior de SP).

Nestes 7 anos foram muitas provações, dificuldades e desafios. Com resiliência, fé em

Deus, e ajuda de pessoas boas, consegui superar os perrengues e conquistar o meu espaço.

Nunca fui um Peixe, então as coisas não foram tão fáceis. Mas sou feliz por isto, pois não havia como crescer, senão pela meritocracia. E os resultados obtidos me deram base sólida.

Quando percebi que só dependeria de mim, me tornei um entusiasta pelo Ranking.

E assim vendi meu primeiro imóvel, seis meses após ter iniciado na profissão. Neste ínterim, mesmo duro que nem uma rocha, com as dívidas acumulando, segui firme.

Mudei de equipe, e para minha sorte, fui convidado para fazer parte do time do meu amigo e mentor Avilla Jefferson de Avilla. Um puta Gestor. Me ensinou a Pescar, e assim, fui o Campeão de Vendas em sua equipe.

Em seguida, fui para a Equipe do Nascimento. Gerente tarimbado, top 5 da empresa. Lá aprendi a importância de ser proativo. Quanto mais eu vendia, mais “buraco” cobria para a equipe. Embora minha vendas conquistassem janelas nos lançamentos (tempo do velho e bom Comunitário), nunca era escalado para tal. Sempre fazia os remanescentes. Percebia que ao me escalar em um produto menos concorrido, as minhas chances aumentavam. Desenvolvi então, discurso para vender empreendimentos em obras (Maquete real, solidez da Incorporadora, entrega no prazo, recebimento mais rápido das chaves, retorno mais rápido na locação, etc).

E assim, me tornei o Campeão de Vendas da equipe do Naná, este ser humano incrível, que tenho orgulho em ser amigo, sócio e liderado.

Para vender bem como Corretor, meu foco se tornou a indicação. E portanto, criei uma rotina proativa, que envolvia metas, de Oferta ligações por dia, abertura de Pontos de captações, ações de PaP, etc.

Detalharei os trabalhos proativos, nas próximas edições desta Coluna.

Tal resultado de VENDAS como Corretor, me proporcionou o desafio de Coordenações. Todas desafiadoras, preteridas pelos “Peixes”.

Seja pela localização (RJ, Bertioga, Santos), ou estágio do produto (remanescente), tive o privilégio de assumir e virar pelo menos 6 Coordenações, antes de realizar meu sonho: me tornar Gerente.

* Algumas Coordenações foram emblemáticas, como o Reserva do Mar (primeiro Helbor dentro da Abyara) e o Wave Offices (primeiro Cyrela em Santos).

Ao ser promovido a Gerente na Capital, pela querida e competente Myrna, optei em seguir para o Interior (uma vez que ela não seguiria por decisão própria na Superintendência da Capital). Foi estratégica minha decisão, pois já havia atuado in loco na Capital, Grande SP e Litoral.

Foi a melhor estratégia que poderia ter adotado.

Primeiro, porque sabemos que a única possibilidade de expansão do Mercado Imobiliario em SP, a médio/longo prazo é o Interior Paulista (por conta da escassez de terrenos na Capital. E no Litoral, o Mar e a Serra limitam o desenvolvimento).

Segundo, porque percebi que em uma Operação menor, a OPORTUNIDADE de crescimento seria maior.

E assim, foram dois anos como Gerente de referência (Campeão 2011, Vice 2012), até assumir a Superintendência e posteriormente, a Diretoria.

Histórico na Abyara

01/2.009 a 12/2.009 – Corretor Campeão de Vendas / Abyara Brokers, na Equipe do Gerente Nascimento com 18 unidades vendidas

02/2.008 a 12/2.008 – Corretor Campeão de Vendas / Abyara Brokers, na Equipe do Gerente Avilla com 16 unidades vendidas

11/2.009 a 02/2.010 – Coordenador Comercial / Abyara Brokers

• Angra One / Fator Realty

Mudei para o RJ, aonde coordenei o empreendimento in loco

03/2.010 a 06/2.010 – Coordenador Comercial / Abyara Brokers

• Reserva do Mar / Helbor

Primeiro empreendimento da Incorporadora Helbor Empreendimentos Imobiliários na Abyara.

06/2010 a 09/2010 – Coordenador Comercial – Abyara Brokers

• Union Mooca / Kallas

01/2.011 a 04/2.011 – Coordenador Comercial / Abyara Brokers

• WAVE Offices / Cyrela

Responsabilidade em lançar este case, que foi o primeiro empreendimento da Cyrela em Santos.

07/2012 – 12/2012 – Gerente Coordenador Regional / Abyara Brokers

• Unlimited Ocean Front / Yuny

06/2012 – 11/2012 – Gerente Coordenador Regional / Abyara Brokers

• Valongo Brasil / Odebrecht

05/2.011 – 12/2.011 – Gerente Campeão de Vendas da Abyara Interior 2.011

Com 202 VENDAS realizadas pela Equipe Master que liderava.

01/2.012 – 12/2.012 – Gerente Vice-Campeão de Vendas da Abyara Interior 2.012

Com 192,5 VENDAS realizadas pela Equipe Master que liderava.

2013 – Superintendente Campeão de Vendas.

Tal resultado e comprometimento com a Operação, fizeram o comando (Arnaldo Curiati, Bruno Vivanco e Carolina Quezada) me promoverem a Diretor Comercial da Operação, responsável pela Operação no rico Interior de São Paulo (Região Metropolitana de Campinas, Grande Jundiaí, Vale do Paraíba, Região Metropolitana de Sorocaba e entorno).

Sou o Executivo, que foi promovido mais jovem, ao comando (Diretoria) de uma Holding do Grupo Brasil Brokers (tinha 31 anos na época)

Não foi fácil, em meio à crise (2013 a 2015), trabalhamos proativamente, com entusiasmo e assim, fizemos a diferença, com quase 1.2 bilhões de VGV intermediados no período. Agradeço a parceria, paciência e comprometimento de todos incorporadores, a qual atendi as contas.

Neste período, emplacamos diversos cases, entre os quais:

  • Sorocaba: Mondial (Setin), Linc (SAO JOSÉ), Iguatemi Business (BKO).
  • Jundiaí: Atmosphera (Queiroz Galvão), In Design (Eztec), Mondial (Setin), Vista Park (Living), Bella Colônia (TEGRA), Golden Offices (Gafisa), Alphaville Jundiaí (Alphaville)
  • Campinas: Royal Campinas (Odebrecht), Horizon – Talipô (TEGRA), Art House (Helbor/Setin), Midtown Aquidaban (Setin), Escritórios Design (Cyrela), Wide Cambuí (Gafisa)
  • Americana: Win Tower (Fibra Experts)
  • Valinhos: Brisa House (Engelux), Vale das Figueiras (HM Engenharia)

Paulínia: Art & Life (Queiroz Galvão), Dreams (Rodobens)

  • Cajamar: Villagio dos Ipês (TEGRA)

Sumaré: Villa Matão (Queiroz Galvão), Viva Vista (ACS).

  • São José dos Campos: CEA (Helbor).

Certamente, a expertise de ter liderado uma Operação grande, com mais de 900 famílias sob minha liderança (Corretores, Gerentes, Superintendentes e Staff Adm, Financeiro, Jurídico, TI, Segurança, etc), sobretudo, uma operação multimarcas (aonde desenvolvíamos, e intermediarmos residencial vertical e horizontal, comerciais vertical e horizontal, suítes hoteleiras, loteamentos residenciais, logísticos e comerciais, etc), entre erros e acertos, absorvi uma grande bagagem do que vende, por quanto vende, para quem se vende, como se vende, quando deve ser vendido, e não menos importante, por quanto se vende.

Ao sair em 2.015, com as portas abertas (como tem que ser, afinal sou grato por tudo o que conquistei na Abyara), fui buscar aprendizado em Mkt (aonde me tornei por um período, sócio de uma conceituada Agência), e por fim, o foco na Incorporação Imobiliária, que me motivou a montar Houses.

Penso que estamos no caminho certo, pois além dos resultados conquistados com as equipes lideradas (Jacy Construtora 2017, Polar Empreendimentos 2018, Kaslik Empreendimentos 2019, e atualmente na Constrac Engenharia), estou feliz por ajudar com minha expertise e proatividade, as famílias de Gestores, Corretores e Parceiros (Autônomos, PJ e Imobiliárias) que correm conosco.

Visando me aperfeiçoar em conhecimento técnico, sigo estudando. Após me formar em Direito em 2.019, adentrei na USP, aonde faço Pós Graduação em Gestão de Pessoas (MBA).

Entendo que cada Corretor, Colaborador e Staff que multiplica conosco, é um ativo intelectual. Nunca, mão de obra. E como Head, estou Diretor, mas sou Corretor (com muito orgulho), procuro fazer pela importante ponta, o que senti falta, enquanto estava disputando roleta, dividindo marmita em plantão, tomando queimada de bolula, etc.

Juntos Somos + Fortes 👊

Seguimos fazendo diferente, para obtermos resultados diferentes. A frente da Constrac Engenharia, fizemos o primeira Live Meeting com grande estrutura de áudio e vídeo do Mercado Imobiliário (ainda hoje, líder de inscritos e audiência ativa durante o evento). Fizemos também, o primeiro Meeting AO VIVO na TV Aberta, aonde contratamos 30 minutos do Mega TV, em seu horário mais nobre (Sábado 21h00).

E a poucas semanas, novamente chacoalhamos o Mercado Imobiliário, quando fizemos o primeiro Meeting nas Alturas, aonde subimos em nosso Terreno de Moema (Boulevard Ibirapuera Iraé), um Balão de 30 metros (equivalente a 7 andares).

Importante em nosso Mercado, você sempre buscar plantar, pois assim terá raízes. Sendo Roots, ninguém poderá dizer, que caiu de pára-quedas.

Sucesso!!

Rodrigo Lourenço

 

Deixe seu comentário