4 cuidados ao adquirir um móvel pela internet

Se atentar as medidas, tipos de material e credibilidade da loja é fundamental para não se arrepender da compra

Com a rotina corrida, é comum não ter tempo sobrando para ir a uma loja de móveis comprar aquilo que você precisa para sua casa. Há também a questão de que, muitas vezes, a peça que você deseja não está disponível nas lojas de sua cidade, dificultando ainda mais a tarefa prazerosa de decorar o seu lar do seu jeito.

Para isso, uma boa solução é realizar a compra pela internet, o que facilita tanto no pagamento quanto na entrega daquele móvel, mas também exige que você tome um cuidado redobrado na hora de finalizar a compra para evitar transtornos.

Confira algumas dicas para se atentar na hora de comprar pela internet e não se arrepender do seu móvel novo.

1. Confira as medidas

É importante que você meça corretamente o espaço que você planeja colocar esse móvel e se certifique de que ele tem as medidas certas para o local. Caso contrário, você correrá o risco de comprar uma peça que não cabe onde você deseja e acabará se frustrando com a compra.

2. Informe-se sobre o tipo de material

Outro ponto que faz bastante diferença é a composição do móvel. Isso porque cada tipo de ambiente pede por um material diferente, a fim de evitar que ele seja danificado devido as condições do local com o passar do tempo.

3. Pense na montagem

Quando olhamos um móvel no site da loja, vemos ele pronto para uso, mas é necessário lembrar que, na maioria das vezes eles vêm desmontados. Por isso, é bom checar se a empresa irá fornecer um profissional para realizar essa montagem para você e, caso contrário, se você terá condições de montar sozinho.

4. Veja se a loja é de confiança

Mais importante de tudo é que você se certifique de que a loja é realmente confiável. Para isso, você pode buscar por pessoas que já tenham realizado uma compra naquele site, para saber se o produto realmente chegou ou pesquisar em sites de reclamações, como o Procon e até mesmo redes sociais, para saber o que o público geral acha da loja.

Fonte: Diário da Região

Deixe seu comentário