Quanto um corretor de imóveis ganha de comissão?

Certamente a dúvida que mais surge quando alguém pensa em se tornar um corretor de imóveis é quanto um corretor ganha de comissão. Saber os ganhos financeiros e se este mercado lhe trará bons rendimentos é um questionamento comum que traz muitas expectativas e angústias para quem quer trabalhar neste meio.

Primeiramente é importante saber que um corretor de imóveis é um servidor autônomo, ou seja, não está enquadrado nas regras da CLT, logo o valor recebido está ligado diretamente com as comissões dos imóveis que vender. Entretanto em alguns casos o corretor tem sua carteira assinada pela imobiliária, recebendo um salário fixo além da sua própria comissão.

A comissão do corretor é recebida toda vez que a venda ou locação de um imóvel for intermediada e concretizada pelo profissional. Neste caso o valor da prestação deste serviço deve obedecer à tabela de remuneração estabelecida pelo Conselho Regional (CRECI).

Assim sendo, os valores de cada comissão dependem muito do tipo de imóvel que foi negociado, o que pode fazer com que os ganhos aumentem ou não o seu rendimento mensal.  Além disso, se o corretor atua dentro de uma imobiliária, o valor da sua comissão pode ser abaixo do comum, pois o valor é dividido entre imobiliária e corretor. Afinal em alguns casos a negociação pode ter passado por mais de um corretor, sendo a imobiliária responsável por fazer essa divisão e repassar os valores para cada profissional envolvido.

Neste link você consegue assistir um vídeo do Fernando Nuñez, que é corretor de imóveis a um bom tempo e conta como é a realidade de um corretor de imóveis .

Abaixo listamos os porcentuais de comissão estabelecidos pela CRECI de São Paulo que são praticados pelos demais Conselhos:

PERCENTUAL DE COMISSÃO PARA VENDA DE IMÓVEIS

–  Comissão para vendas de imóveis urbanos: 6% a 8%
– Comissão para vendas de imóveis rurais: 6% a 10%
– Comissão para vendas de imóveis industriais: 6% a 8%
– Comissão para venda judicial: 5%
– Comissão para vendas de empreendimentos imobiliários: 4% a 6%

PERCENTUAL DE COMISSÃO PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEIS

  • Comissão para aluguéis de imóveis: Equivalente ao valor de 1 aluguel
  • Comissão para aluguéis de temporada, com prazo de até 90 dias: 30% sobre o valor recebido.

Como você pode perceber, os ganhos de um corretor variam muito de acordo com a quantidade de vendas. É importante lembrar que um corretor de imóveis não se limita a venda de propriedades, mas também pode trabalhar com avaliações imobiliárias, serviços de locação, elaboração de contratos, trâmites de documentos e tantas outras atividades relacionadas aos imóveis. Cada uma dessas áreas há uma oportunidade de remuneração diferente,

Por isso, como em qualquer profissão autônoma, ganha-se bem ou não dependendo do seu esforço e da sua qualidade profissional. Se você tem dúvidas de quanto vai ganhar primeiro deve-se perguntar: “quanto eu estou disposto a trabalhar?”. Pois os seus ganhos dependerão do quanto você está disposto a trabalhar e se esforçar para fechar negócio.

Mantenha-se atualizado em relação ao mercado, melhore a sua estratégia de negociação, faça cursos, conheça cada vez mais o seu cliente e o produto que está sendo vendido, o mercado imobiliário é muito concorrido porém há espaço para todos os corretores, basta apenas ter vontade de crescer e conquistar o seu espaço.

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário!