Minha Casa Minha Vida: Veja como ter custo zero na casa própria!

Mudanças no programa Minha Casa Minha Vida permite que famílias que ganhem até um salário mínimo, R$ 998,00, tenham custo zero na casa própria.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, apresentou uma proposta de desmembramento do programa Minha Casa Minha Vida. A medida busca viabilizar 100% do valor do imóvel para as famílias que não possuem acesso ao mercado imobiliário formal.

Dessa forma, pessoas que possuem renda de até um salário mínimo, R$ 998,00, terão a chance de obter subsídio integral do governo e custo zero para adquirir a moradia.

Além do patamar de baixíssima renda, o ministro anunciou a adição de mais dois níveis para o programa: de baixa e média renda.

De acordo com ele, se enquadram no quesito de famílias com baixíssima renda que podem ganhar subsídio integral:

  • Pessoas sem acesso ao crédito imobiliário;
  • Afetadas por situações de emergência ou calamidade pública;
  • Pessoas afetadas por intervenções de obras federais.
Poupança imobiliária

O ministro anunciou ainda outra mudança para o Minha Casa Minha Vida, a criação de uma poupança imobiliária por meio da qual as famílias que participam do programa deverão pagar uma espécie de aluguel para o governo, fazendo um depósito mensal, até quitar o saldo para adquirir o imóvel ou optar por outro local, caso preferir.

Isso evitaria eventuais golpes que possam acontecer, como por exemplo, passar a posse da moradia para terceiros, comercializando o imóvel ainda financiado.

Você também pode se interessar: Quem pode sacar o FGTS em 2019? Confira todas as regras

Por fim, ainda temos os casos em que as pessoas não serão donas do imóvel, mas estarão na modalidade de “Serviço de Moradia Social”. Ela poderá morar no local a custo zero, mas sem direito à propriedade.

Já no caso de famílias de baixa e média renda, a poupança imobiliária será adotada para aquelas com renda bruta mensal de R$ 1.996 (dois salários mínimos) até R$ 6.986 (sete salários mínimos), com financiamento ou por modalidade de “Poupança Habitacional”.

Fonte: Edital Concursos Brasil

Deixe seu comentário