Lead resistente: qual a melhor técnica para convertê-lo?

0

Muitos corretores de imóveis ainda pensam que lead é sinônimo de comprador, mas na verdade, lead é sinônimo de oportunidade. É aquela pessoa que demonstrou interesse em adquirir algum imóvel que você oferece e te fornece informações como nome, e-mail, telefone, etc.

Quando você recebe esse lead, fica com uma “ânsia de vender” tão grande que acaba atropelando processos e prejudicando a própria venda. Veja se é assim: No primeiro contato com o cliente você já vai oferecendo dezenas de opções sem ao menos ouvir o que ele tem a dizer. Acertei? Pois isto é ERRADO.

O primeiro passo que você, corretor de imóveis, precisa dar ao receber um lead é identificar, com clareza, em qual etapa da jornada de compra ele se encontra. Ao perceber isso, você poderá oferecer um atendimento customizado de acordo com o momento que ele está vivendo.

Você precisa entender as necessidades, anseios e frustrações do cliente. Depois disso, vai ser capaz de oferecer uma opção assertiva que resolva a dor dele. A sua missão é surpreendê-lo. Assim, a chance de conversão é maior.

Não oculte informações dos seus produtos. Coloque o máximo de informações nas descrições, como fotos, valor, metragens e informações sobre as redondezas, por exemplo.

Mas o que fazer quando o lead não estiver pronto para comprar?

Esse ‘lead ruim’ não deve ser descartado, deve ser reposicionado. Você vai nutrí-lo com conteúdos interessantes, que ajude-o a avançar e, quando ele estiver pronto, certamente, lembrará de você.

Você precisa entregar resultado, o que mostra ainda mais a importância de saber qualificar um lead e não “perder tempo” ofertando para quem ainda precisa de um bom conteúdo.

Quando esse lead chegar, respeite as etapas da jornada dele e diferencie-se.

A Play2sell transforma os treinamentos em uma jornada divertida e engajadora. Para adquirir mais conhecimento, visite nosso blog.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta