Apartamento para alugar: 5 dicas para fazer a descrição

Foi-se o tempo em que os anúncios de jornais impressos de casas ou apartamento para alugar eram suficientes para atrair a atenção dos clientes interessados.

O corretor de imóveis tem diversos desafios em seu dia a dia e trabalha com estratégias a todo momento, a fim de rever a melhor maneira para atingir as pessoas necessárias para fechar o negócio. Com isso, ele deve pensar em algumas perguntas, como:

“Já estou presente na internet? Se sim, meus posts e anúncios imobiliários são eficazes?

Mesmo que alguns fatores façam com que o corretor se “desespere”, a melhor forma para encontrar uma saída é buscar soluções e conhecimento para estar à frente dos concorrentes.

A descrição dos imóveis em anúncios é uma das melhores formas, tanto para se posicionar em buscadores, como o Google, quanto para fazer com que as pessoas confiem ainda mais em suas propostas.

Nessas horas, vale usar a criatividade, empenho, empatia e, principalmente, transparência. Tente colocar o máximo de informações para que o anúncio fique completo e leve o cliente a se interessar pelo empreendimento.

Como elaborar uma boa descrição dos imóveis para alugar?

Hoje, é possível colocar todas as informações que julgar necessário para o conhecimento dos potenciais clientes. A internet modificou para melhor a maneira de divulgar e buscar apartamento para alugar.

Texto do apartamento para alugar

Ao preencher os campos da descrição em um portal imobiliário, por exemplo, lembre-se de focar principalmente nos 200 primeiros caracteres, já que eles aparecerão na página inicial de pesquisa dos buscadores como o Google, por exemplo.

Porém, é preciso também ficar atento ao resto da descrição, isso para que o cliente não perca o interesse no seu imóvel depois de clicar no anúncio. Alguns detalhes podem fazer a diferença, como:

  • Vista da janela para algum ponto turístico;
  • Facilidades próximas ao local, como padarias, farmácias, hospitais, mercados e pontos de ônibus ou estação de metrô.

Evite usar gírias na descrição ou outros termos muito técnicos do mercado imobiliário, visto que nem todas as pessoas têm o conhecimento sobre estas palavras específicas. Cuide também da ortografia correta das palavras.

Título atraente:

Analise as prioridades de seus consumidores, o que eles buscam em um lar ideal. Ou melhor: como eles realizariam essa busca na internet? Colocar uma breve descrição do domicílio pode auxiliar no momento de os clientes encontrarem seus empreendimentos. Por exemplo: apartamento, 2 quartos (1 suíte), localização e facilidades próximas.

Descrição:

Incluir informações que valorizem ainda mais o imóvel também faz com que o desejo do cliente seja tocado. Por exemplo: imóvel decorado, garagem para “tantos” carros, vista para um ponto importante da cidade, entre outras características que podem aguçar a imaginação e desejo do cliente para com aquele empreendimento.

Imagens do apartamento para alugar:

As imagens dos anúncios imobiliários devem transmitir a realidade. É válido lembrar que o corretor deve fazer boas fotografias

Entenda: o imóvel pode ser impecável, mas se as imagens não transmitirem isso, os consumidores não vão se interessar por ele.

Localização:

Outros dados que devem ser incluídos são as informações sobre o bairro em que o apartamento fica. Neste caso, colocar o endereço completo pode auxiliar o cliente a encontrar pontos de interesse próprio, além de calcular o tempo da residência até o trabalho, por exemplo.

Uma boa descrição pode fazer toda diferença na negociação dos seus imóveis, assim como para as pessoas que buscam apartamento para alugar em portais imobiliários.

Assine a NEWSLETTER da Play2sell e receba mais instruções e notícias do setor imobiliário.

Deixe seu comentário