10 erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário

É certo que 2017 foi um ano controverso sob o ponto de vista dos negócios imobiliários, não é mesmo? As tendências da construção civil para 2018, no entanto, são muito diferentes. mercado imobiliário

Analistas e investidores têm apostado em melhora surpreendente do mercado imobiliário para 2018. Ao que tudo indica, o momento é bom para investir em negócios imobiliários, concorda?

Para aproveitar a boa onda de desenvolvimento imobiliário que se aproxima, é imprescindível estar bem preparado. Sem dúvida, o primeiro passo para isso é saber quais são os erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário. Por isso nós preparamos uma lista!

Confira os 10 erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário!

1 – Falta de planejamento

Certamente, esse é o primeiro dentre os erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário.

É muito importante dedicar tempo ao planejamento. É isso que vai tornar claras quais são as intenções com o imóvel antes mesmo de ele ser adquirido ou construído.

A regra é sempre pensar no que pode acontecer no longo prazo. Para isso, pesquise opções, consulte especialistas e, sobretudo, faça contas. Lembre-se que o retorno sobre o investimento depende muito do fluxo de caixa do empreendimento imobiliário.

2 – Números superestimados

Alguns investidores e empresários até fazem planejamento. Entretanto, trabalham com números fora da realidade. E esse é, sem dúvidas, um dos principais erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário.

Há investidores que apostam em receitas extraordinárias e que não se sustentam. Da mesma forma que há quem subestime custos. Pior ainda é quando o mesmo planejamento contempla as duas situações.

O resultado disso só pode ser retornos baixos, na melhor das hipóteses, ou até mesmo negativos.

Portanto, ao verificar a viabilidade financeira de um empreendimento, use dados reais da economia e do mercado imobiliário.

3 – Cálculo equivocado de custos

Esse tópico é, na verdade, um desdobramento do item anterior, mas merece uma atenção à parte por ser um dos erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário.

Grande parte dos investidores não têm noção dos custos envolvidos na construção ou reforma de uma edificação.

O risco, nesse caso, é trabalhar com valores muito genéricos e que não consideram a realidade de cada empreendimento.

Consequentemente, o resultado será estouros de orçamento ou até mesmo a inviabilização da obra. O ideal é se preparar para fazer o orçamento da obra.

4 – Subestimar prazos de construção e ROI

Assim como no caso dos custos, que variam de acordo conforme especificidades de cada projeto, os prazos e o retorno sobre o investimento (ROI) também são variáveis.

Assim, não é recomendável adotar prazos genéricos, válidos e comprovados em outros empreendimentos.

Essa pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso de um empreendimento imobiliário.

5 – Deixar de conciliar cronograma físico-financeiro

Ao ter consciência dos prazos da obra e dos números financeiros, é preciso conciliar o cronograma físico-financeiro.

Nesse documento, que pode ser feito a partir de modelos disponíveis na internet, os desembolsos são detalhados ao longo das semanas ou meses. Ao saber quanto e quando vão gastar, os investidores evitam gastos imprevistos, que podem comprometer o fluxo de caixa do empreendimento.

Não cometa esse que é um grave problemas dentre os erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário.

6 – Margens de erro atrofiadas

Mesmo os mais experientes investidores e empresários cometem erros. Logo, não pense que você está imune a cometer também. E isso não é um problema desde que você se prepare para as consequências de eventuais erros.

Ao estimar números e prazos, considere margens de erro condizentes com a realidade.

7 – Negligenciar ou subestimar riscos

Qualquer tipo de investimento está sujeito a riscos. E o mercado imobiliário não é diferente. A bolha do mercado imobiliário dos Estados Unidos, em 2008, não nos deixa mentir.

Por isso, não cometa este que é um dos erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário.

É claro que é possível reduzir riscos por meio de estudos de viabilidade econômica muito bem feitos. Portanto, não seja um dos investidores que conta apenas com a sorte para evitar os riscos do investimento imobiliário. Há materiais disponíveis gratuitamente na internet e que vão te ajudar a fazer o estudo de viabilidade econômica.

8 – Excesso de otimismo

Por melhor que a oportunidade possa parecer, aja sempre com cautela. Um pouco de desconfiança não faz mal para evitar os erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário.

Análise adequadamente a região do imóvel. Mesmo que o mercado vá bem, algumas regiões podem continuar estagnadas por motivos pontuais, por exemplo.

Também evite acreditar que as previsões mais otimistas vão se concretizar. Trabalhe sempre com três níveis de previsão, um otimista, um realista e um pessimista. Mais do que isso, cruze dados, refaça o planejamento, levante índices regionais e cace os locais com mais potencial de valorização.

9 – Reduzir a importância da aquisição do terreno

Um dos motivos para dar atenção especial à compra do terreno é a localização, como dissemos acima. Bairros saturados podem vir a comprometer a rentabilidade do negócio. Bairros ainda não explorados podem ter alto potencial de valorização, por outro lado.

Outro motivo é que o desembolso para essa etapa pode ser bastante significativo quanto ao volume de recursos e à complexidade.

Afinal, um terreno pode ser propriedade de muitos herdeiros, o que certamente torna a negociação mais morosa.

10 – Não considerar burocracias

Não há dúvidas de que uma das etapas mais complexas ao viabilizar um empreendimento imobiliário no Brasil diz respeito à burocracia. Diversas taxas, licenças e alvarás são necessários desde a ideia inicial até a conclusão de um empreendimento imobiliário.

Deixar de lado o tempo e os custos envolvidos com burocracias é um dos erros mais comuns ao investir no mercado imobiliário.

Conclusão

Pudemos ver que o estudo de viabilidade de um empreendimento e a decisão por investir ou não no mercado imobiliário envolve algumas etapas delicadas.

É preciso atenção a diversos fatores para que as rentabilidades esperadas sejam alcançadas.

Se você quer ter sucesso no segmento imobiliário, não cometa os erros mais comuns ao investir ao investir no mercado imobiliário.

Se você gostou desse post, curta, comente e compartilhe! E nos diga! O que mais você gostaria de saber sobre viabilidade econômica em incorporações imobiliárias?

Por: Bruno Loturco
Fonte: Buildin

Gostou do artigo? Deixe aqui seu comentário!