Mercado Imobiliário – Novos Tempos, Novos Rumos.

Notei nos dias últimos dias, um grande número de procura por casas com quintal, terrenos mais afastados da cidade, além de apartamentos com varanda gourmet e logo percebi uma coisa, as pessoas estão de fato observando os últimos acontecimentos e já prevendo um possível futuro. Mercado Imobiliário 

Por quê isso? – Mercado Imobiliário

Vamos lá, além dos medicamentos farmacêuticos, o que mais está sendo orientado as pessoas como um profilático natural? O SOL

E aonde podemos ter sol a vontade? Quintal de casa ou sem restrições na varanda do seu apartamento em caso de condômino.

E agora, como que a cabeça do cliente vai funcionar?

Não dá pra saber ao certo ainda, mas temos indícios. Todos quando vão adquirir seu imóvel, pensam nos benefícios que o mesmo trará para toda a família, a visão do ser humano quanto suas aquisições não vão mudar, mas a partir de uma crise, uma catástrofe, uma pandemia novos exigências aparecem, sejam por segurança, por estética ou outros, mas haverão novos itens de busca do lugar perfeito.

O novo contexto será por mais liberdade em seu imóvel, mais espaço, mais luz natural entrado, as casas principalmente serão vistas de outra forma. Trocamos a casa térrea por apartamentos nos grandes centros por segurança principalmente, mas agora há um novo cenário.

Na quarentena, podemos observar o quanto o espaço nos faz falta, seja pra trabalho ou mesmo descansar a mente.

É possível também que as pessoas tendam a não ficarem mais tão aglomeradas nos grandes centros e queiram se refugiar nas proximidades, assim como já havia acontecendo uma migração bem tímida para as cidades pequenas no entorno dos grandes centros, possivelmente devem se intensificar. São espaços maiores com valores ate abaixo das expectativas de quem esta acostumado por exemplo com um metro quadrado nos bairros mais refinados da cidade de São Paulo.

Nos dias de hoje, com esta situação totalmente inusitada, aonde até mesmo os governos estão se adaptando em alguns casos sem mesmo saber o que fazer, pois nem na lei há embasamento uma vez que são previstas guerras e não pandemias naturais, as pessoas estão dando valor aos mínimos detalhes, uma vez que ficando em casa e possível conhecer mais de si mesmo e da família e saber suas reais necessidades. A partir dai, surgirão também novos perfis de compradores, aqueles de terras, fazendas, sítios, visando o bem estar familiar e possível refúgio em casos como este ou mesmo pelo descanso e desfrutar de um pouco de luz natural e ar puro.

Nós que já estamos no mercado, podemos a partir de uma base de clientes analisar a própria carteira, aproveitar este tempo para falar com os clientes, fazer pesquisas particulares para saber qual os rumos que nossas carteiras podem tomar e já se preparar.

O corretor de imóveis, é preciso estar antenado, não é momento de desesperar e sim usar o que tem em mãos para analisar o caminho que seguirá, pois o normal, o óbvio não existem mais.

Deixe seu comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui