Caixa Econômica Federal anuncia redução de até 40% nas taxas de juros

A Caixa Econômica Federal anunciou, na tarde desta quarta-feira (31/7), a redução dos juros cobrados para os consumidores (Pessoa Física) e para as empresas e os microempreendedores (Pessoa Jurídica). As novas cobranças, que valerão a partir desta quinta-feira (1/8), diminuem as taxas em até 40%.

O Banco Central (BC) vai definir qual será o futuro da taxa Selic na noite desta quarta-feira (31/7). A expectativa ampla do mercado é de redução dos juros, que devem cair 0,5 ponto percentual ou 0,25 ponto percentual. Atualmente, o índice está em 6,5% ao ano. Ou seja, os juros podem cair para 6,25% ao ano ou 6% anuais.

Por isso, a Caixa anunciou diminuição do custo das linhas de crédito. O cheque especial, por exemplo, passará a ter uma taxa máxima de 9,99% ao mês, tanto para Pessoa Jurídica, quanto para Pessoa Física. Antes, o financiamento para as empresas e microempreendedores eram de até 14,95% ao mês. Já para os consumidores, o índice cobrado antes chegava a 13,15% ao mês.

O valor mínimo do cheque especial é de 8,99% ao mês, segundo a Caixa. O crédito pessoal, por sua vez, estará disponível para contratação a partir de 2,29% ao mês. O capital de giro, a partir de 0,95% ao mês. “A depender do nível de relacionamento dos clientes, os descontos nas taxas de juros podem ser ainda maiores. Iniciativa precursora no mercado bancário, as novas taxas valem para atuais e novos clientes”, informou a Caixa.

Depois do dia 19 de agosto, o rotativo do cartão de crédito poderá ser cobrado a 8,99% ao mês.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe seu comentário